Pulgar evita falar de extracampo em apresentação

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Mais novo reforço do Flamengo, o volante chileno Pulgar foi protegido pelo vice-presidente de futebol Marcos Braz. Foto: (Gilvan de Souza/Flamengo)
Mais novo reforço do Flamengo, o volante chileno Pulgar foi protegido pelo vice-presidente de futebol Marcos Braz. Foto: (Gilvan de Souza/Flamengo)

Alvo de protesto por parte da torcida antes de sua contratação por causa de dois casos marcantes na vida de Pulgar envolvendo a polícia, o volante chileno Erick Pulgar, de 28 anos, evitou comentar sobre o atropelamento de um senhor, quando tinha 18 anos, e a recente denúncia do estupro de uma mulher de 24 anos em sua casa em Santiago, no Chile.

Protegendo seu mais novo atleta, o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, abriu a coletiva de imprensa dizendo que: "Eu tenho filha, tenho mulher e tenho mãe. Se tem uma pessoa ou se tem gente que tinha interesse de averiguar bem averiguado essa situação, éramos todos nós aqui. Mas eu também tenho filho. Eu acho que ter um filho com uma acusação que não procede, também é muito ruim. Então, só para deixar claro que o que se tem até hoje, neste momento, é simplesmente o rapaz ser testemunha de um problema ocorrido na casa dele". Sobre o crime cometido no ano de 2013, quando Pulgar não prestou socorro à vítima, Braz se limitou a dizer que: "Foi há 10 anos (o atropelamento), e ele teve a penalidade dele".

Leia também:

Pulgar se limitou a dizer que não comenta sobre sua vida fora dos clubes e que está empolgado para atuar no Flamengo ao lado de seu compatriota Arturo Vidal: "Sou um jogador que fala muito pouco fora de campo. Só agradecer à diretoria por todo o esforço que fizeram. Quando me falaram que poderia vir, sempre estive à disposição. Estou muito feliz. Já joguei muitos jogos com ele na seleção. Sempre foi uma honra jogar com ele na seleção e mais ainda agora no dia a dia do Flamengo".

O jogador, que chega para disputar posição no meio de campo flamenguista, irá utilizar a camisa de número 5 no Campeonato Brasileiro e a de número 2 na Copa Libertadores da América.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos