Putin assina decreto que facilita caminho para ucranianos tirarem cidadania da Rússia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*Arquivo* BRASÍLIA, DF, 14.11.2019 - O presidente da Rússia, Vladimir Putin. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*Arquivo* BRASÍLIA, DF, 14.11.2019 - O presidente da Rússia, Vladimir Putin. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou decreto nesta segunda-feira (11) que oferece um processo facilitado de naturalização russa a todos cidadãos ucranianos, segundo o documento publicado pelo Kremlin.

Antes, o procedimento era aplicável somente a residentes dos territórios que Kiev disputa com grupos separatistas pró-Moscou desde 2014, como as províncias de Donetsk e Lugansk —que Putin reconheceu como repúblicas independentes dias antes de ordenar a invasão da Ucrânia.

Agora, o decreto do líder russo estende a oferta de cidadania russa a ucranianos de qualquer região do país. A medida reforça a narrativa apresentada por Putin de que Rússia e Ucrânia formam um só povo, também já utilizada pelo Kremlin para justificar a ofensiva militar com o pretexto de "salvar" o país vizinho.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos