Putin chama "sabotagem" contra gasoduto de "ato de terrorismo internacional", diz Kremlin

O presidente russo, Vladimir Putin, em reunião em Moscou.

MOSCOU (Reuters) - O presidente russo, Vladimir Putin, disse na quinta-feira que a "sabotagem sem precedentes" contra os gasodutos Nord Stream foi "um ato de terrorismo internacional", disse o Kremlin em comunicado.

Putin fez as observações em telefonema com o líder turco, Tayyip Erdogan. Ele também disse que é necessário cumprir um acordo negociado internacionalmente sobre as exportações de grãos ucranianos, incluindo a remoção de barreiras para o fornecimento de alimentos e fertilizantes russos aos mercados globais, afirmou o Kremlin.

(Reportagem da Reuters)