Putin diz que Ocidente está provocando crise econômica global

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante reunião em Moscou
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Reuters) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta quinta-feira que o Ocidente desencadeou uma crise econômica global e uma onda de inflação ao impor à Rússia as sanções mais severas da história recente pelo conflito na Ucrânia.

A ordem de Putin em 24 de fevereiro de uma "operação militar especial" na Ucrânia levou os Estados Unidos e seus aliados a imporem sanções abrangentes à Rússia e à elite russa, medidas que o chefe do Kremlin considera uma declaração de guerra econômica.

As sanções do Ocidente, disse Putin, estão fomentando uma crise global que afeta a União Europeia e provoca fome em alguns dos países mais pobres do mundo.

"A culpa por isso é inteiramente das elites dos países ocidentais que estão prontas para sacrificar o resto do mundo para manter seu domínio global", afirmou Putin em uma reunião do governo televisionada sobre economia.

Ainda assim, disse Putin, a Rússia está lidando com a pressão.

"A Rússia está lidando de forma confiante com os desafios externos, graças tanto às políticas macroeconômicas responsáveis ​​dos últimos anos quanto às decisões sistêmicas para fortalecer a soberania econômica, tecnológica e a segurança alimentar", declarou.

A tentativa do Ocidente de isolar economicamente a Rússia --um dos maiores produtores mundiais de recursos naturais-- tem impulsionado a economia global para águas desconhecidas com preços crescentes de alimentos e energia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos