Putin diz que poderio militar-industrial russo torna vitória na Ucrânia "inevitável"

Presidente russo, Vladimir Putin

MOSCOU (Reuters) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira que o poderoso complexo militar-industrial russo está elevando a produção e é uma das principais razões pelas quais seu país prevalecerá na Ucrânia.

Discursando a trabalhadores de uma fábrica em São Petersburgo que produz sistemas de defesa aérea, Putin disse que a produção geral de equipamentos militares está aumentando, mesmo com a demanda crescendo por causa do que ele chama de "operação militar especial" da Rússia na Ucrânia.

"Em termos de alcançar o resultado final e a vitória inevitável, há várias coisas... É a unidade e a coesão do povo russo na Rússia e em outras nações, a coragem e o heroísmo de nossos soldados... e, claro, o trabalho do complexo militar-industrial e fábricas como a sua e pessoas como você", disse Putin.

"A vitória está garantida, não tenho dúvida".

Putin disse que as empresas de armas russas fabricam aproximadamente o mesmo número de mísseis antiaéreos que o resto do mundo combinado e três vezes mais que os Estados Unidos.

Anteriormente, ele havia participado de um evento com veteranos de guerra para marcar o 80º aniversário do levantamento do cerco da Segunda Guerra Mundial à sua cidade natal, então conhecida como Leningrado, que as forças nazistas alemãs bloquearam por quase 900 dias.

Ele disse aos veteranos que a Rússia está lutando na Ucrânia para defender os russos étnicos e falantes de russo, que Moscou diz estarem sujeitos a discriminação sistemática na Ucrânia.

Kiev rejeita a alegação e diz que Moscou está usando a Ucrânia como pretexto para uma apropriação de terras no estilo colonial.

(Reportagem de Reuters)