Putin diz que Rússia quer acabar a guerra e acusa Ucrânia de querer lutar

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, foi cobrado diretamente nesta sexta-feira (16) acerca da invasão da Ucrânia pelo primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi.

"Eu sei que esta não é uma era de guerra, e já havia falado isso para ao telefone para você", afirmou o indiano a Putin num encontro bilateral à margem da reunião da Organização de Cooperação de Xangai, no Uzbequistão.

O russo respondeu: "Eu sei sobre sua posição acerca do conflito na Ucrânia e sei de suas preocupações. Nós queremos que tudo isso acabe o mais rapidamente possível, mas a Ucrânia quer lutar".

Foi uma das mais cândidas fala de Putin sobre a guerra que iniciou com a invasão, em 24 de fevereiro. A Índia é aliada de Moscou e dos Estados Unidos e desempenha papel central em manter a exportação de petróleo russo fluindo : comprou em poucos meses o equivalente a tudo o que importou em 2021, ajudando assim a tirar pressão da economia do aliado, sob pressão por sanções ocidentais.