Putin diz que Rússia quer melhorar relações com UE

·1 minuto de leitura
O presidente russo Vladimir Putin em discurso virtual no Fórum Econômico Mundial de Davos

O presidente russo, Vladimir Putin, pediu nesta quarta-feira (27) para melhorar as relações entre Moscou e a União Europeia e disse que o Kremlin está "preparado".

Em um discurso por vídeoconferência no Fórum Econômico Mundial de Davos, onde participa pela primeira desde 2009, Putin adotou um tom conciliador, afirmando que Rússia e Europa compartilham uma história comum e precisam voltar a uma "agenda positiva".

Seu apelo ocorre depois que dezenas de milhares de russos se manifestaram no sábado em apoio ao opositor Alexei Navalny, cuja prisão provocou uma onda de condenações por parte dos países ocidentais.

"Obviamente, Europa Ocidental e Rússia deveriam estar juntos. A situação atual não é normal", disse Putin.

"Se conseguirmos superar os problemas do passado, uma fase positiva de relações nos espera", acrescentou. "Mas o amor é impossívl se só for declarado por um lado. Deve ser mútuo".

O líder russo também pediu à Europa para "se desfazer das fobias do passado" e afirmou que Moscou está preparada para uma relação melhor.

"Estamos preparados para isso, queremos isso", disse ele, apesar de não especificar como poderiam melhorar as relações.

Paralelamente, nesta quarta-feira, o ministério das Relações Exteriores russo declarou que a resposta europeia para a situação com Navalnu "colocou em dúvida a possibilidade de construir uma maior interação com a União Europeia".

mp-ml-as/emg/bp/pc/mb/aa