Putin diz que situação da segurança na fronteira Afeganistão-Tadjiquistão é preocupante

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Presidente da Rússia, Vladimir Putin, em São Petersburgo
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Vladimir Putin
    Vladimir Putin
    Presidente da Rússia

MOSCOU (Reuters) - A situação da segurança na fronteira do Afeganistão com o Tadjiquistão é preocupante, disse o presidente da Rússia, Vladimir Putin, nesta segunda-feira, representando um risco que Moscou tem procurado mitigar ao fortalecer sua base militar no Tadjiquistão com armas e outros equipamentos.

A possibilidade de militantes islâmicos do Afeganistão se infiltrarem no Tadjiquistão e em outras ex-Repúblicas soviéticas preocupa Moscou, que enxerga a região como uma área de contenção defensiva ao sul da Rússia.

A Rússia disse neste mês que está reforçando sua base militar no Tadjiquistão com 30 novos tanques e que suas forças no local têm realizado exercícios com sistemas de defesa antimísseis.

(Por Vladimir Soldatkin)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos