Putin ironiza Biden e promete defender interesses russos

·1 minuto de leitura
Presidente russo, Vladimir Putin

O presidente russo, Vladimir Putin, ironizou nesta quinta-feira (18) o americano Joe Biden, que o chamou de "assassino", antes de reafirmar que a Rússia defenderá seus interesses e trabalhará com os Estados Unidos onde for "vantajoso".

"Aquele que diz é que é", disse Putin, sorrindo, segundo declarações transmitidas pela televisão russa.

"Não é apenas uma expressão infantil, uma piada. O significado é profundo e psicológico. Sempre vemos no outro as nossas próprias características", declarou.

Putin, que também disse desejar "boa saúde, sem qualquer ironia", ao presidente Biden, reafirmou que Moscou não se intimidaria, um leitmotiv de sua diplomacia.

"Defenderemos nossos próprios interesses e trabalharemos com (os americanos) em condições que serão vantajosas para nós", acrescentou.

Ele falou durante uma videoconferência com representantes da sociedade civil da Crimeia, península ucraniana que a Rússia anexou em 2014, ponto de partida de relações russo-ocidentais cada vez mais conflitantes.

alf/apo/bl-jvb/pc/tt/mr