Putin pede aos Brics mais cooperação contra 'ações egoístas' ocidentais

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O presidente russo Vladimir Putin pediu nesta quinta-feira aos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) uma cooperação maior para enfrentar as "ações egoístas" dos países ocidentais, em referência às sanções que afetam Moscou por sua ofensiva na Ucrânia.

— Apenas com base em uma cooperação honesta e vantajosa para todos poderemos encontrar uma saída para esta situação de crise que afeta a economia mundial devido às ações egoístas e imprudentes de alguns países — disse Putin no início da reunião de cúpula virtual do grupo Brics, em referência às sanções contra a Rússia que também têm um efeito negativo para a economia mundial.

O presidente denunciou as tentativas desses países ocidentais de "usar mecanismos financeiros para responsabilizar todos por seus próprios erros na política macroeconômica".

— Para que os países dos Brics assumam um papel de liderança, hoje é mais necessário do que nunca elaborar uma política unificadora e positiva, a fim de criar um sistema [mundial] verdadeiramente multipolar — disse o presidente russo.

Segundo Putin, os Brics poderiam contar com o apoio de "vários países da Ásia, África e América Latina que buscam promover uma política independente".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos