Putin, no poder há 20 anos, pede unidade para desenvolvimento da Rússia

Vladimir Putin

O presidente Vladimir Putin pediu nesta terça-feira, em seu discurso de de fim de ano, a unidade russa e que o desenvolvimento do país continue, no 20º aniversário de sua chegada ao poder, em 1999.

"Vivemos tempos turbulentos, dinâmicos e contraditórios, mas podemos e devemos fazer tudo que for possível para que a Rússia se desenvolva com sucesso", disse Putin na transmissão pela televisão.

"Somente juntos enfrentaremos os desafios que a sociedade e o país têm pela frente. Nossa unidade é a base para alcançar os mais altos objetivos", continuou.

Putin elogiou os ancestrais dos russos, uma "geração heróica e inabalável de vencedores", enquanto a Rússia comemorará 75 anos da vitória da URSS sobre a Alemanha nazista no ano que vem.

O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, garantiu que a principal conquista do ano passado tinha sido "a estabilidade da economia do sistema social da Rússia, apesar de uma atmosfera hostil".

Já o fracasso teria sido "a modesta taxa de crescimento".

O dia 31 de dezembro de 2019 marca os 20 anos da chegada de Vladimir Putin à presidência russa.