PV quer seduzir Alckmin com papel de embaixador da causa ambiental

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO***DIADEMA, SP, 12.11.2021 - O ex-governador Geraldo Alckmin (sem partido). (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
***ARQUIVO***DIADEMA, SP, 12.11.2021 - O ex-governador Geraldo Alckmin (sem partido). (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Dirigentes do PV que conversam com o ex-governador Geraldo Alckmin sobre filiação à sigla têm usado o discurso de que ele, na condição de eventual vice de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), poderá usar o selo do partido para atuar como uma espécie de embaixador da pauta ambiental, de grande visibilidade.

A tese levada ao ex-tucano, que também tem convites de PSB e Solidariedade, exalta a chance de interlocução com siglas da causa em outros países, como o influente Partido Verde alemão.

Pelo raciocínio, Alckmin —caso seja confirmado na vaga de vice e se eleja com Lula— ganharia projeção mundial como representante do Brasil em discussões sobre a crise climática e a conservação da Amazônia, por exemplo.

Articuladores das duas partes dizem que o diálogo com o PV tem sido proveitoso, embora a preferência do ex-governador no momento seja pelo PSB. O partido, contudo, entrou em um impasse com o PT por causa da condição de que a sigla de Lula abra mão de candidaturas estaduais em troca do apoio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos