Quadra da Grande Rio vibra com primeiro campeonato da escola

RIO — Choro e grito. Grito de campeã. Foi assim que integrantes da Acadêmicos da Grande Rio comemoraram o primeiro título do Grupo Especial do carnaval carioca. A vermelho, verde e branco de Duque de Caxias nunca havia ganhado nenhum título. Com um desfile perfeito, a agremiação já era uma das cotadas para levar o título. A escola foi a vencedora de quatro categorias do prêmio Estandarte de Ouro dos jornais O GLOBO e EXTRA.

Mesmo sendo um dia de semana, a festa na seguirá pela noite toda. A escola preparou um grande esquema para os comportes na quadra que fica no Centro de Caxias. Componentes se abraçavam e cantavam o samba-enredo da agremiação após a conquista do prêmio.

— Muito trabalho. A escola se dedicou muito. Hoje foi o nosso dia. Espero que os tempos de lutam sejam de alegria e festa. Mesmo com muito dificilmente, as pessoas se dedicaram muito. Esse é o nosso momento. Exu é caminho e vida — disse Sérgio Souza , que faz parte da escola há mais de 40 anos.

— A Grande Rio é a minha vida, a razão do meu viver, meu chão. Eu mato e morro por essa escola. O grito estava entalado na garganta — comentou o aderecista da escola, Luís Tavares, 25, que é nascido e criado na escola.
Análise de Leonardo Bruno: Primeira noite do Grupo Especial é marcada pela nostalgia e reconexão na Sapucaí

Mesmo sendo um dia de semana, a festa na seguirá pela noite toda. A escola preparou um grande esquema para os comportes na quadra que fica no Centro de Caxias. Componentes se abraçavam e cantavam o samba-enredo da agremiação após a conquista do prêmio.

— Muito trabalho. A escola se dedicou muito. Hoje foi o nosso dia. Espero que os tempos de lutam sejam de alegria e festa. Mesmo com muito dificilmente, as pessoas se dedicaram muito. Esse é o nosso momento. Exu é caminho e vida — disse Sérgio Souza , que faz parte da escola há mais de 40 anos.

— A Grande Rio é a minha vida, a razão do meu viver, meu chão. Eu mato e morro por essa escola. O grito estava entalado na garganta — comentou o aderecista da escola, Luís Tavares, 25, que é nascido e criado na escola.
Tradição renovada: Estandarte de Ouro completa 50 edições no ano da volta do desfile das escolas na Sapucaí

Desde o começo da tarde, a escola de samba já ficou várias vezes em segundo lugar (Em 2020, 2010, 2007 e 2006) ficou com a quadra superlotada. Com bandeiras e faixas à Exu, os componentes da escola estavam ansiosos para o resultado.

A Grande Rio trouxe nesse ano o enredo "Fala Majeté! Sete Chaves de Exu" — para desmistificar a imagem dessa entidade louvada pelas religiões de matriz africana, que faz a comunicação entre os humanos e os orixás, mas que por normalmente ser representado com roupas pretas e usar um tridente, associam a imagem da entidade com algo ruim, ligado a maldade. A escola então veio para tentar desmistificar essa figura.

Estandarte de Ouro: Império Serrano é eleita a melhor escola da Série Ouro no carnaval 2022
Inclusive, a Grande Rio já anunciou que os carnavalescos Gabriel Haddad e Leonardo Bora, a frente da escola esse ano, já foram renovados para o carnaval do ano que vem.

Das 12 escolas do Grupo Especial que passaram pelo Sambódromo na última semana, apenas seis voltam à Sapucaí no sábado para o Desfile das Campeãs: Grande Rio, Beija-Flor, Viradouro, Vila Isabel, Portela e Salgueiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos