Quais as melhores máscaras contra a Covid?

As máscaras de proteção antiviral já fazem parte do nosso figurino. Ou pelo menos, deveriam fazer... E você já deve ter visto de todos os tipos, desde aquelas com filtro de ar, até bandanas. Tem gente que usa até duas ao mesmo tempo. Mas, afinal, qual é a melhor?

Um estudo feito pela Universidade de Duke, nos Estados Unidos, e publicado na revista Science, comparou a eficácia de 14 tipos diferentes de máscaras.

A campeã foi a N95, utilizada pelos profissionais de saúde, seguida pela máscara cirúrgica de três camadas. As duas foram as mais eficazes em impedir que as gotículas expelidas se espalhassem pelo ambiente.

Quem fecha o top 5 são as máscaras feitas de polipropileno e de algodão, todas protegidas com duas camadas dos tecidos.

A lanterna ficou com as golas de pescoço estilo polainas, que conseguiram ser mais perigosas do que não usar máscara alguma. Afinal, sequer são máscaras. Isso porque as gotículas maiores - e mais pesadas - expelidas pela boca se dividiram em partes menores, que podem permanecer mais tempo no ar.

Na dúvida do “com que máscara eu vou?”, priorize sempre as que tenham de duas a três camadas de tecido e que estejam bem fechadas dos lados.

Quer testar a eficácia da sua? Tente apagar um isqueiro ou uma vela usando ela. Se a chama apagar, melhor comprar uma nova.