Qual é o maior acidente aéreo da história?

A ilha de Tenerife, na Espanha, ficou marcada em 1977 pelo maior desastre aéreo da história - que, ironicamente, aconteceu no solo.

Assista também

Naquele dia, os Boeings 747 da norte-americana PanAm e da holandesa KLM tinham o mesmo destino: a Ilha de Gran Canária. Só que pouco antes do pouso, um grupo separatista local havia explodido uma bomba no aeroporto de Las Palmas.

Os voos foram transferidos e espremidos no pequeno aeroporto da ilha vizinha.

Quando as duas aeronaves iriam retomar o rumo, o tempo virou e uma espessa neblina tomou conta do aeroporto.

Para piorar, uma falha na comunicação deixou os dois pilotos ainda mais às cegas.

Enquanto o norte-americano aguardava na pista por ordens da torre, o holandês seguiu com a decolagem, ignorando a preocupação do copiloto e do engenheiro de voo.

Na época, a autoridade do piloto era inquestionável. Além disso, ele tinha pressa, pois seria punido se estourasse o limite legal de horas de voo.

Quando se deu conta, o outro boeing estava apenas 100 metros à frente. O piloto holandês tentou levantar voo, mas o avião estava muito pesado porque havia acabado de abastecer.

O resultado foi uma explosão e a morte de 583 pessoas, entre passageiros e tripulantes.

A tragédia histórica mudou para sempre os procedimentos de segurança da aviação internacional e conduta dentro das cabines.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos