Qual é a melhor máscara para se proteger contra a Covid? Veja resposta para 10 principais dúvidas

·14 minuto de leitura
  • Máscaras são principais medidas de proteção contra a Covid-19

  • Especialistas defendem o uso da chamada PFF2/N95

  • O Yahoo! Notícias responde as 10 principais dúvidas sobre quais sãos as melhores máscaras e como devemos utiizá-las

Desde janeiro de 2020, quando pesquisadores chineses revelaram ao mundo o primeiro genoma de um vírus que começava a infectar humanos e estava até então restrito ao país asiático, o SARS-CoV-2, causador da Covid-19, e chamado de "novo" coronavírus, o uso de máscaras como medida de proteção tem sido centro do debate em todos os países.

Isso porque a doença é transmitida principalmente por meio do contato com pequenas gotículas que contêm o vírus e são expelidas por pessoas infectadas. Elas entram em contato com as nossas vias aéreas. Portanto, o uso de máscaras é importante como medida de proteção tanto para você mesmo quanto para as pessoas a seu redor.

Leia também:

As máscaras funcionam como uma barreira física para a liberação dessas gotículas no ar quando há tosse, espirros e até mesmo durante conversas. Seu uso é importante principalmente em locais abertos em que não é possível manter uma distância mínima de segurança e imprescindível em locais fechados. 

No Brasil, a doença chegou em março daquele ano. De lá para cá, o uso do equipamento já virou rotina na vida dos brasileiros — ou pelo menos deveria. Com as novas variantes do vírus, é cada vez mais importante utilizar a máscara correta. Mas você já se perguntou qual máscara deve usar? Máscara de pano? N95? PFF2? KN95? Máscaras com válvula? Como reutilizar?

Especialistas têm feito publicações ou criado páginas em redes sociais para tirar dúvidas sobre quais sãos as melhores máscaras e com devemos utilizá-las. O Yahoo! Notícias conversou com um deles que respondeu as seguintes questões (veja no vídeo no início da matéria):

  1. Qual é a melhor máscara para se proteger contra a Covid-19?

  2. O que é uma máscara N95/PFF2 e como ela funciona?

  3. Como eu sei se estou comprando uma PFF2 verdadeira?

  4. Para quais ambientes a PFF2 é recomendada?

  5. Eu devo usar uma máscara de pano ou com válvula?

  6. Por quanto tempo eu posso ficar com a máscara antes de trocar?

  7. Como reutilizar a máscara?

  8. KN95 é a mesma coisa que a PFF2/N95?

  9. Qual a diferença entre PFF1, PFF2 e PFF3?

  10. Qual máscara é mais adequada para crianças?

1. Qual é a melhor máscara para se proteger contra a Covid-19?

A worker at a medical supply store organizes PFF-2 respirator mask that customers are buying as a precaution against the spread of the new coronavirus, the COVID-19, in Sao Paulo, Brazil, on February 27, 2020. (Photo by Nelson ALMEIDA / AFP) (Photo by NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)
Trabalhador de uma loja de material organiza máscara respiratória PFF2 que os clientes estão comprando como precaução contra a disseminação do novo coronavírus (Foto:NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)

"Eu recomendaria primeiro de tudo usar uma máscara PFF2/N95 toda vez que você for em um lugar fechado. Pode ser um pouco mais difícil de achar em principio, porque tem muita gente procurando, mas existem máscaras desse tipo por um preço acessível", explica Ralph Holzmann, mestrando em comunicação na Universidade Federal Fluminense (UFF) no Rio de Janeiro.

Junto à sua companheira Beatriz Klimeck, doutoranda em Saúde Coletiva na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), ele está por trás da página "Qual Máscara", no Instagram, e publica informações baseadas em evidências científica sobre proteção contra a Covid-19. 

2. O que é uma máscara N95/PFF2 e como ela funciona?

Você já deve ter visto profissionais de saúde ou pessoas na rua usando máscaras que parecem um bico de pato ou uma concha, com elásticos presos atrás da cabeça, geralmente na cor azul ou branca. Essas máscaras – ou respiradores, em seu nome técnico – são as PFF2, nomenclatura brasileira que é equivalente à americana N95.

A sigla PFF significa "peça facial filtrante". No Brasil, existem 3 tipos: as PFF1, PFF2 e PFF3. As máscaras desse tipo são uma peça facial constituída parcial ou totalmente de material filtrante que cobre o nariz, a boca e o queixo.

A worker at a medical supply store shows a PFF-2 respirator mask that customers are buying as a precaution against the spread of the new coronavirus, the COVID-19, in Sao Paulo, Brazil, on February 27, 2020. (Photo by Nelson ALMEIDA / AFP) (Photo by NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)
As PFF são classificadas de acordo com a sua capacidade de reter partículas sólidas e líquidas à base de água ou sólidas e líquidas à base de óleo ou outro líquido diferente de água. Nesses casos, elas recebem, também, a nomenclatura (S) ou (SL), respectivamente. Esse símbolo pode aparecer na embalagem. (Foto: Nelson ALMEIDA / AFP)

As PFF são classificadas de acordo com a sua capacidade de reter partículas sólidas e líquidas à base de água ou sólidas e líquidas à base de óleo ou outro líquido diferente de água. Nesses casos, elas recebem, também, a nomenclatura (S) ou (SL), respectivamente. Esse símbolo pode aparecer na embalagem.

A PFF2 é equivalente, nos Estados Unidos, às N95, e, na Europa, às FFP2. O que muda é a nomeclatura para cada região.

No Brasil, as tiras da PFF2 devem ser atrás da cabeça.

3. Como eu sei se estou comprando uma PFF2 verdadeira?

No perfil Qual Máscara, Ralph e Beatriz dão algumas dicas:

  • Procure o número do "CA" (sigla para Certificado de Aprovação) na embalagem. Esse número é emitido pelo Ministério do Trabalho.

  • Depois de encontrar o número, faça uma rápida busca on-line e descubra se o CA está ativo. Se estiver, veja se a descrição na página corresponde ao produto que está na embalagem.

  • Confira se os elásticos prendem atrás da cabeça (e não da orelha).

  • Confira se a PFF2 tem o selo do Inmetro.

  • Se estiver escrito na embalagem que a máscara é lavável, não compre, porque as PFF2 não são laváveis

  • Se a máscara tem costura de máquina – com linha – não é uma PFF2, porque elas são seladas

  • A máscara pode ter a nomenclatura (S) ou (SL) na embalagem; isso simboliza a capacidade de reter partículas sólidas e líquidas à base de água (S) ou sólidas e líquidas à base de óleo ou outro líquido diferente de água (SL). Para o coronavírus, a sigla S já é suficiente.

4. Para quais ambientes a PFF2 é recomendada?

"Para se proteger de aeressois em ambientes fechados só uma N95/PFF2. Então essa é a máscara que a gente tem que usar", afirma Ralph, referindo-se aos bancos, lojas, transporte público, avião, hospitais, espaços fechados com pessoas reunidas, entre outros.

No entanto, segundo ele, se a pessoa vai praticar alguma atividade física em um lugar onde não tem algomeração de pessoas, um lugar aberto, é possível usar uma máscara de pano de boa qualidade, que faça uma "vedação completa no rosto".

RIO DE JANEIRO, BRAZIL - JUNE 08: A medical staff member puts on a mask at Parque dos Atletas (Athlete's Village) field hospital amidst the coronavirus (COVID-19) pandemic on June 8, 2020 in Rio de Janeiro, Brazil. The emergency field hospital assist SUS (Brazil's publicly funded health care system) patients infected with the coronavirus (COVID-19). The structure has 200 beds, of which 150 are for hospitalization and 50 for ICU, these equipped with devices necessary for highly complex patients, such as mechanical ventilators, monitors and infusion pumps. (Photo by Buda Mendes/Getty Images)
Ralph ressalta que, no caso de homens, é o ideal é tirar a barba sempre que for usar uma máscara N95/PFF2 por conta da vedação. Os pelos podem impedir que a máscara se ajuste perfeitamente no rosto — em tese, facilitaria a troca de ar com o ambiente. (Foto: Buda Mendes/Getty Images)

"Não é qualquer máscara de pano e a gente insiste bastante nisso, principalmente porque tem muitas máscaras de pano que não cumprem várias funções necessárias na retenção dessas partículas grandes", diz ele. (Confirma mais detalhes no próximo tópico).

Ralph ressalta que, no caso de homens, é o ideal é tirar a barba sempre que for usar uma máscara N95/PFF2 por conta da vedação. Os pelos podem impedir que a máscara se ajuste perfeitamente no rosto — em tese, facilitaria a troca de ar com o ambiente.

"Há modelos que fazem um ajuste um pouco mais rente, caso você não tenha tido tempo para tirar a barba no dia, como a aura, da 3M, ou a GVS. Se você vai fazer uma compra de N95 tudo depende um pouco disso. E também tem a questão financeira, porque há PFF2 custando R$ 10, R$ 12, mas também tem por cerca de R$ 2".

5. Eu devo usar uma máscara de pano ou com válvula?

Segundo o mestrando, a máscara de pano é para ambientes abertos e não lugares fechados. No entanto, é preciso buscar uma máscara que vede completamente o rosto, que tenha três camadas de proteção, conforme recomendam medidas da Organização Mundial da Saúde (OMS).

"Quando se fala em contaminação em espaços abertos, a gente destaca as partículas que são um poquinho maiores do que um aerossol. Fundamentalmente a diferença que importa para gente aqui é que as partículas grandes caem e as partículas de aerossol ficam suspensas no ar. Então, a máscara de pano não 'precisa' dessa vedação contra os aerossois que estariam no ar num lugar fechado. Na verdade ela não vai ter a vedação, porque não tem nenhum tecido que faça isso até agora", explica.

RIO DE JANEIRO, BRAZIL - JUNE 08: A medical staff member  wearing a mask works at Parque dos Atletas (Athlete's Village) field hospital amidst the coronavirus (COVID-19) pandemic on June 8, 2020 in Rio de Janeiro, Brazil. The emergency field hospital assist SUS (Brazil's publicly funded health care system) patients infected with the coronavirus (COVID-19). The structure has 200 beds, of which 150 are for hospitalization and 50 for ICU, these equipped with devices necessary for highly complex patients, such as mechanical ventilators, monitors and infusion pumps. (Photo by Buda Mendes/Getty Images)
Por este motivo, é recomendado o uso das PFF2/N95 que contam com a vedação. Mas, Ralph da dicas para quem ainda for utilizar uma máscara de pano (Foto: Buda Mendes/Getty Images)

Por este motivo, é recomendado o uso das PFF2/N95 que contam com a vedação. Mas, Ralph da dicas para quem ainda for utilizar uma máscara de pano.

"Não pode ter costura no meio da máscara, porque as costuras são lugares onde pode passar o vírus, porque é um lugar, um buraquinho maior. As N95 são fundidas. Portanto, quando está procurando uma máscara de tecido é bom ver se existe uma máscara que seja um pano só, que não tenha essas costuras no meio", afirma.

Ele ressalta que deve se optar pela máscara que tenha o elástico passando por trás da cabeça. "Tendem a fazer uma vedação melhor no seu rosto do que as que tem o elástico atrás da orelha, porque o da orelha é um pouco frouxo no rosto, tendo entrada de ar pelos lados".

A máscara pode ter válvula?

Não. De acordo com OMS, as N95/PFF2 valvuladas não devem ser utilizadas pra se proteger contra a Covid-19 porque não filtram o ar na saída, portanto, não protegem as pessoas perto de você.

"Elas oferecem proteção apenas a você, e o uso de máscaras é também para a proteção coletiva. Se a que você tem é a desse tipo, considere colocar uma fita isolante ou esparadrapo cobrindo bem a válvula até a troca", afirmam Ralph e Beatriz.

6. Por quanto tempo eu posso ficar com a máscara antes de trocar?

Em uso comum, fora de ambiente hospitalar, não existe uma regra. No entanto, o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês) diz que uma consideração importante para o uso prolongado seguro das N95 é que a máscara deve manter seu ajuste e função.

De acordo com Ralph, experiências em indústrias, por exemplo, apontam que elas continuam funcionando por 8 horas de uso contínuo ou intermitente. 

"Neste caso, o mais importante é você saber se a máscara não ficou úmida. Seu rosto pode umedecer de suor, mas a máscara não pode. Se ela umedecer, secando ela volta ter a eficiência. Agora, enquanto ela estiver úmida, perde um pouco dessa eficiência", resume.

No entanto, ele ressalta que mesmo perdendo um pouco da eficiência, em casos de usos prolongados, ela "muito provavelmente" ainda é mais segura do que uma máscara de pano.

"Se você não tiver como trocar, vale a pena continuar com ela em vez de trocar por uma máscara de pano. No entanto, a gente sempre recomenda que voc leve uma a mais, sempre, para qualquer lugar".

7. Como reutilizar a máscara?

De acordo com Peter Tsai, o criador da máscara N95, é possível reutiizar máscaras do tipo N95/PFF2. Em um artigo, Tsai citou que é necessário seguir alguns protocolos.

"Dados científicos mostram que, se uma pessoa infectada usa uma máscara, 95% do vírus fica contido dentro da proteção. Se uma pessoa infectada não usa máscara, uma pessoa saudável com máscara fica protegida de apenas 30 a 40%", afirmou Tsai. "Todo mundo precisa usar uma máscara". 

Ralph explica alguns pontos principais. "Você tem que deixar a máscara descansar. Por exemplo, você fez o uso, foi em um lugar fechado e há o risco de terem aerossois ali. Aí o que tem que fazer: você chega em casa, deixa sua máscara em um lugar, pendurada em um local onde não tenha contato físico. Ela pode estar no mesmo ambiente que você por exemplo, porque o vírus não vai sair voando, contanto que ela esteja parada", conta.

Outro um ponto fundamental, segundo ele, é o tempo em que a máscara vai "descansar". "Três dias é a quantidade mínima de tempo, mas tem gente que fala de 3 a 7. De qualquer maneira, o que a gente recomenda para ter segurança é você ter sete máscaras. Então seria uma para cada dia da semana e aí na semana seguinte, quando você for utilizar a máscara do seu dia da semana, ela já vai ter passado o tempo de descanso", explica.

8. KN95 é a mesma coisa que a PFF2/N95?

A KN95 é a nomenclatura do padrão chinês das PFF2. Porém, elas têm algumas diferenças em relação às brasileiras. Uma delas é o fato de que os elásticos prendem atrás da orelha – o que reduz a capacidade de vedação das máscaras. Reforçando: não existem PFF2 brasileiras, certificadas, com o elástico atrás da orelha – só da cabeça.

Ralph Holzmann alerta para as falsificações das máscaras vendidas sob a nomenclatura KN95.

"Existem muitos modelos falsificados ou que não cumprem a filtragrem equivalente à N95/PFF2: por isso, não recomendamos", alerta.

Testes feitos nos Estados Unidos mostraram que alguns fabricantes de KN95 oferecem um produto que filtra menos de 30%. Ou seja, é impossível diferenciar o que é uma KN95 de boa qualidade e o que não é.

A própria Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) publicou um lista de empresas fabricantes que demonstraram falahas de eficiência minínima na filtragem. Veja neste link

9. Qual a diferença entre PFF1, PFF2 e PFF3?

Quanto maior o número, maior foi a eficiência da máscara em impedir a passagem de aerossóis nos ensaios de laboratório.

De acordo com recomendações contidas no PPR (Programa de Proteção Respiratória) da FUNDACENTRO, seguem abaixo as classificações dos filtros e para quais contaminantes são recomendados: 

  • PFF1: Possuem eficiência mínima de 80%, penetração máxima de 20% dos aerossóis; Poeiras e/ou Névoas (aerossóis mecanicamente gerados)

  • PFF2: Possuem eficiência mínima de 94%, penetração máxima de 6% dos aerossóis; Fumos (aerossóis termicamente gerados) e/ou Agentes Biológicos incluindo o coronavírus

  • PFF3: Possuem eficiência mínima de 99%, penetração máxima de 1% dos aerossóis; Particulados altamente tóxicos (LT<0,05 mg/m³) e/ou de toxidez desconhecida 

Os filtros mecânicos são testados de acordo com as normas NBR 13697 (P1, P2 e P3) e NBR 13698 (PFF1, PFF2 e PFF3) e os dois parâmetros avaliados são a perda de carga (resistência à passagem do ar) e a penetração de partículas. 

Portrait wearing face mask of a schoolboy studying in the classroom
A principal delas é usar máscara a partir dos dois anos de idaide, para que a criança já consiga entender o uso e a necessidade de mantê-la no rosto (Foto: Getty Creative)

10. Qual máscara é mais adequada para crianças?

De acordo com Ralph e Beatriz, do Qual Máscara, o termo "crianças" é bem amplo e as recomendações variam por idade.

A principal delas é usar máscara a partir dos dois anos de idaide, para que a criança já consiga entender o uso e a necessidade de mantê-la no rosto. 

"A melhor máscara para crianças é aquela que protege bem e que elas conseguem usar", afirmam em uma publicação em uma rede social.

No caso da PFF2, para crianças de até 5 anos de idade, elas não costumam servir. Isso acontece porque esse modelo de máscara foi desenvolvido como equipamento de trabalho, portanto, não existem modelos infantis certificados.

"Sugerimos o uso de máscaras cirurgicas combinadsa com máscaras de tecido", afirmam. Eles ainda ressaltam a importancia da escolha ideal da máscara. "A melhor máscara de tecido é feita de três camadas de material não-elástico, sem costura frontal e com elástico que vão atrás da cabeça, ao invés de atrás das orelhas. Ela precisar bem firme e encaixada no rosto".

Segundo eles, a partir de 5 ou 6 anos, muitas crianças já se adaptam bem com as máscaras PFF2/N95, as ideiais contra a Covid-19.

"Lembrando que o uso de máscaras por crianças também é recomendado em ambientes ao ar livre para a proteção de todos. O conforto da criança deve sempre ser levado em consideração, especialmente na escola, para que ela de fato entenda, aceita e respeite a necessidade do uso da máscara", concluem.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos