Hernanes, Prass, Sérgio Ramos, D'Alessandro....Quanto vale a idolatria pelo custo-benefício?

·2 minuto de leitura
Hernanes não foi relacionado por Crespo nos últimos três jogos do São Paulo. Foto: Marcello Zambrana/AGIF
Hernanes não foi relacionado por Crespo nos últimos três jogos do São Paulo. Foto: Marcello Zambrana/AGIF

Hernanes está na história do São Paulo. Fez parte da dupla memorável dos títulos brasileiros de 2007 e 2008 com Richarlyson. Rendeu ótimos valores ao clube e foi jogar na Lazio e Juventus, além de se aventurar na China. Se realizou financeiramente e retornou ao SP para salvar o time do rebaixamento brasileiro, em 2017, com apenas cinco meses de contrato. Merece reverências e respeito eterno. 

No entanto, Hernanes não foi mais o mesmo, desde que se reestabeleceu no São Paulo, em 2019. Com um contrato de três anos, o custo ficou bem maior que o benefício, num clube devastado financeiramente. Atrapalhado por lesões e com problemas físicos, Hernanes tem apenas 76 jogos disputados e seis gols marcados, neste prazo. Pouco para o que ele recebe. E isso não é culpa dele, ter um dos maiores salários do elenco. 

Leia também:

Há quem diga que Hernanes quis rescindir o acordo, em 2021, mas a diretoria não aceitou. Agora, Crespo deixou a situação do atleta no ar, revelando que é um problema entre Hernanes e a direção. Múltiplas interpretações e zero transparência, com críticas de todos os lados contra ele. Hernanes precisa ser respeitado por todos os serviços prestados, mas não é eterno, futebolisticamente. Parece que há um lítigio entre as partes e isso é ruim para todo mundo. A assessoria de Hernanes responde que não há o que comentar a respeito, deixando o assunto para o SP. 

Hernanes está passando pelo mesmo de outros ídolos, guardadas as proporções. Sérgio Ramos, um dos maiores zagueiros da história, não renovou com o Real Madrid e não foi chamado para a Eurocopa, também pelo custo e por ter atuado pouco na temporada. 

Fernando Prass queria mais um ano de Palmeiras, mas não conseguiu. D'Alessandro gostaria de continuar no Inter, mas o ciclo se encerrou. Novos exemplos vão aparecer e os debates irão continuar. A vida é assim e você precisa apresentar resultados, mesmo com toda a relevância que possa existir. 

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos