Quanto vou receber em Abono salarial do PIS/PASEP em 2023?

O trabalhador pode consultar o benefício através do aplicativo Carteira de Trabalho Digital (Getty Image)
O trabalhador pode consultar o benefício através do aplicativo Carteira de Trabalho Digital (Getty Image)
  • Pagamento do PIS/PASEP pode chegar a R$ 1.302 em 2023

  • Valor vai depender da definição do salário mínimo

  • Governo deve estipular o número exato quanto a taxa inflacionária fica pronta

O ano já está chegando ao fim. E, com as decisões políticas, já é possível prever algumas questões financeiras e orçamentárias de 2023.

Anualmente, o salário mínimo passa por uma correção de acordo com a inflação do país. Através do ajuste, benefícios como o PIS/Pasep também são atualizados, há que o abono é baseado no piso nacional vigente.

O Governo Federal ainda está trabalhando na definição do piso nacional para o próximo ano. Até agora, a previsão está em R$ 1.302. Ou seja, se a medida se concretizar, esse será o valor do PIS no ano que vem.

Esse cálculo tem como base os avanços da inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Mesmo assim, o índice só é definido final no fim do ano, quanto a taxa inflacionária fica pronta.

Para receber o abono salarial ano-base 2021, o trabalhador tem que estar exercendo atividade remunerada com carteira assinada, em média, de até dois salários mínimos por mês em 2021.

Também é necessário estar inscrito inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos em 2021 e ter os dados corretamente enviados pelo empregador a RAIS (Relação Anual de Informações Sociais).

A Caixa Econômica Federal é a instituição financeira responsável pelos repasses do PIS, voltado aos trabalhadores da iniciativa privada, enquanto o Banco do Brasil realiza os pagamentos do Pasep, voltado para servidores públicos.

O trabalhador pode consultar o benefício por meio do aplicativo Carteira de Trabalho Digital (disponível para Android ou iOS) ou através da central de atendimento Alô Trabalho, no número 158.