Quase 100 migrantes detidos na fronteira entre Polônia e Belarus

·1 min de leitura
Migrantes na fronteira entre Belarus e Polônia (AFP/Maxim GUCHEK)

As forças de segurança polonesas anunciaram a detenção de quase 100 migrantes que tentaram atravessar a fronteira com Belarus na madrugada de quinta-feira.

O ministério da Defesa da Polônia afirmou no Twitter que as forças bielorrussas primeiro fizeram um reconhecimento do local e que "muito provavelmente" causaram danos à cerca que marca a fronteira.

"Então, os bielorrussos forçaram os migrantes a atirar pedras contra os soldados poloneses para desviar a atenção, enquanto a algumas centenas de metros de distância acontecia a tentativa de atravessar a fronteira", completou.

"Um grupo de quase 100 migrantes foi detido pelos serviços (de segurança) poloneses", anunciou o ministério. O incidente aconteceu perto da localidade de Dubicze Cerkiewne.

Um vídeo divulgado pelo ministério mostra soldados poloneses cercando um grupo de pessoas em uma área de floresta, no meio da noite, perto da cerca de arame farpado.

Milhares de migrantes estão bloqueados há vários dias na fronteira entre Belarus e Polônia.

A União Europeia (UE), da qual a Polônia é integrante, acusa as autoridades bielorrussas de orquestrar a crise migratória ao atrair centenas de pessoas para a fronteira com a promessa de que poderão atravessar com facilidade o limite entre os países.

Belarus nega e acusa a Polônia de rejeitar a presença dos migrantes, que enfrentam uma situação humanitária difícil.

dt/yad/pz/bl/zm/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos