Quase 100 policiais feridos e mais de 300 pessoas detidas no 1º de maio em Berlim

·1 minuto de leitura
A polícia mobilizou 5.600 agentes em Berlim para controlar as manifestações de 1º de maio

Quase 100 policiais foram feridos e mais de 300 pessoas foram detidas durante as manifestações de 1º de maio em Berlim, que terminaram com atos de violência, informaram as autoridades locais neste domingo.

Quase 30.000 pessoas de todo o espectro político participaram de várias passeatas no sábado na capital alemã, como parte das tradicionais manifestações do Dia do Trabalho.

A maioria das manifestações aconteceu de maneira pacífica, segundo a polícia.

A situação ficou tensa durante a noite, quando, segundo a polícia, os agentes dispersaram um protesto dos "Black Block" que não respeitou as restrições determinadas pela pandemia.

Ao menos 93 agentes ficaram feridos nos confrontos, segundo o ministério do Interior de Berlim, e 354 pessoas foram detidas.

"A violência nos protestos é absolutamente inaceitável", declarou a chefe de polícia Barbara Slowik.

Também aconteceram manifestações em outras grandes cidades alemãs como Hamburgo e Frankfurt, onde a polícia usou jatos de água para dispersar os protestos, enquanto os participantes jogaram garrafas e queimaram latas de lixo.

ur-ylf/tjc-zm/age/pc/fp