Quase 11.000 cidadãos de HK foram viver em Taiwan em 2020

·1 minuto de leitura
Taiwan tem sido solidário com os habitantes de Hong Kong que tentam fugir

Quase 11 mil cidadãos de Hong Kong se mudaram para Taiwan em 2020, um número recorde, anunciaram as autoridades taiwanesas, num contexto de aumento do controle de Pequim sobre a ex-colônia britânica.

Um total de 10.813 cidadãos de Hong Kong obtiveram autorizações de residência de curta duração na ilha em 2020, quase o dobro das 5.858 concedidas no ano anterior, informou a Agência Nacional de Imigração de Taiwan.

Há muito tempo, Taiwan atrai pessoas de Hong Kong que buscam um estilo de vida mais tranquilo e fogem do frenesi no território semi-autônomo do sul da China.

O recorde anterior - 7.506 - foi estabelecido em 2014, quando a ex-colônia britânica foi abalada pelo movimento Guarda-chuva, uma mobilização pró-democracia para desafiar o domínio chinês.

De acordo com o jornal taiwanês Liberty Times, o número de cidadãos de Hong Kong chegando à ilha provavelmente teria sido ainda maior sem as restrições estabelecidas para conter a pandemia de coronavírus.

Taiwan não aceita refugiados em seu território para evitar um influxo maciço de pessoas da China continental.

Mas os habitantes de Hong Kong podem solicitar residência na ilha por meio de outros mecanismos, como vistos de investimento.

Hong Kong foi durante vários meses em 2019 palco de uma grande mobilização popular para exigir reformas democráticas e denunciar a ingerência de Pequim no território, que teoricamente goza de ampla autonomia.

Em 2020, o governo chinês recuperou o controle, principalmente ao impor uma dura lei de segurança nacional que levou muitas pessoas ao exílio.

aw/jac/at/pc/mar/mr