Quase 20% do território da Ucrânia está sob controle russo, diz Zelensky

As forças russas ocupam atualmente "quase 20%" do território ucraniano, ou seja, 125 mil quilômetros quadrados, incluindo a península da Crimeia e outros territórios controlados por separatistas pró-Moscou desde 2014, afirmou o presidente Volodymyr Zelensky.

— Hoje, quase 20% de nosso território está controlado pelos ocupantes, ou seja, quase 125 mil quilômetros quadrados — disse o presidente ucraniano em um discurso para o Parlamento de Luxemburgo. — Isso é muito mais do que a área de todos os países do Benelux [Bélgica, Luxemburgo e Holanda] juntos — acrescentou.

Kiev: Estamos na fase mais ativa da agressão da Rússia e batalhas no Leste definirão destino da Ucrânia

Rússia sobre entrega de foguetes à Ucrânia: ‘EUA jogam lenha na fogueira’ e podem ‘ampliar conflito’

Mas deve levar meses: Alemanha fornecerá seu mais moderno sistema antiaéreo à Ucrânia

Antes do início da guerra, em 24 de fevereiro, as forças russas controlavam 43 mil quilômetros quadrados na Ucrânia, declarou Zelensky. Isto é, segundo o presidente, a área ocupada praticamente triplicou desde o início do conflito.

De acordo com Zelensky, a linha de batalha registrando onde há conflitos atualmente se estende por mais de mil quilômetros, e cerca de 300 mil quilômetros quadrados estão contaminados com minas e munições não detonadas.

Quase 12 milhões de ucranianos foram forçados a fugir de suas casas desde o início da invasão russa em 24 de fevereiro, e mais de cinco milhões deles — a maioria mulheres e crianças — foram para o exterior, disse ele. A ONU estima o número total de deslocados, entre domésticos e refugiados, em quase 15 milhões.

Zelensky também afirmou que as perdas militares russas agora eram de mais de 30 mil — mais do que o total de baixas soviéticas durante a guerra no Afeganistão em 1979-89, e as duas guerras chechenas em 1994-2000. Este dado não pode ser confirmado de forma independente.

A Rússia atualmente concentra sua campanha no Leste da Ucrânia, onde tem obtido conquistas, baseando-se no uso de artilharia pesada. O país atualmente domina cerca de 70% do território em Sievierodonetsk, última grande cidade ainda não conquistada de Luhanks, província que compõe o Donbass junto de Donetsk.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos