Quase metade dos recrutadores eliminam currículos em até 20 segundos. Veja como escapar do corte e se sair bem na seleção

·4 min de leitura

Quase a metade (45%) dos recrutadores eliminam currículos para uma entrevista de emprego em até 20 segundos. Outros 42% descartam os currículos em um minuto e 11% em dez segundos. Os dados são de uma pesquisa realizada com recrutadores pelo Banco Nacional de Empregos e o gerente de negócios do BNE José Tortato explica:

— O recrutador precisa achar candidatos aderentes a uma vaga e, para isso, primeiro passa os olhos rapidamente na pilha de currículos impressos ou lista digital de currículos. Em 20 segundos um candidato não é aprovado. Mas o recrutador identifica se vale dar uma segunda olhada no currículo dele ou se o elimina, principalmente percebendo se ele tem contato com a área na qual pretende atual ou se cumpre algum requisito muito importante. Por exemplo, se é buscado um vendedor de carros, o currículo de um marceneiro já é cortado — explica Tortato: — Numa segunda etapa, os currículos são avaliados com bastante cautela e são observados todos os requisitos que a vaga pede, os detalhes. A partir daí os candidatos começam a ser chamados pras entrevistas.

Quase sete a cada 10 (68%) recrutadores excluem um currículo de imediato pela falta de experiência do concorrente. Por isso, Tortaro recomenda que não se adie o início da vida profissional para depois da formação em uma área específica.

— Eu sempre sugiro para os candidatos mais jovens procurar vagas de estágio ou de menor aprendiz ou em programas de trainee... Ou mesmo trabalho voluntário. São formas do iniciante entrar no mercado e trabalho e a partir daí criar sua carreira — orienta.

Há outros fatores que fazem com o que o candidato seja eliminado do processo seletivo, sendo que os erros de português (25%) e a falta de especialização aparecem em destaque (6%). O EXTRA lista, ao lado, dicas para não ser embarreirado nos processos seletivos.

Conseguir um emprego ainda é um desafio no Brasil. A taxa de desemprego caiu para 13,2% no trimestre que acabou em agosto, mas a falta de trabalho ainda atinge 13,7 milhões de brasileiros, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo Tortaro, no entanto, o fim de ano pode trazer boas notícias para quem busca uma vaga.

Vacinação:

— Com o fim do ano se aproximando, período que conta com a Black Friday e o Natal, as vagas de emprego tendem a aumentar, o que abre um cenário de grandes oportunidades. Os profissionais precisam estar cada vez mais qualificados, e o currículo merece toda atenção, com o candidato o mantendo atualizado, já que a concorrência também costuma ser grande — diz o gerente de Negócios do BNE.

Como fazer o currículo e se preparar para a entrevista

- É importante que o currículo tenha na apresentação informações atualizadas. Por incrível que pareça, ainda são vistos currículos com dados desatualizados e, por conta disso, às vezes o recrutador sequer consegue entrar em contato com o candidato.

- O documento deve conter informações bem precisas e objetivas referentes à história profissional do candidato. Candidatos que enchem linguiça fazem a leitura do currículo se tornar cansativa.

- O candidato não deve mentir para enriquecer o currículo. Uma hora a verdade aparece.

- É essencial descrever bem as informações referentes a experiências profissionais, enriquecendo com ferramentas que foram utilizadas e resultados alcançados no período em que trabalhou em outras empresas.

- A formação acadêmica deve ser descrita de forma objetiva. Por exemplo: citar cursos extracurriculares pode ser um diferencial, mas desde que eles sejam pertinentes à área em que o candidato irá atuar.

- Uma simples revisada ou passar usar um corretor de texto às vezes salva o currículo. Vale também pedir a ajuda de alguém para reler o material. Erros de português no currículo são um dos vilões na hora da seleção.

- Atraso na entrevista? Nem pensar! Chegar ou se conectar no horário marcado, e de preferência um pouco antes, é essencial.

- Se a entrevista for on-line, é importante testar a internet antes, se colocar num lugar da casa com sinal, boa iluminação e silencioso.

- Ensaiar a entrevista, com perguntas e respostas sobre suas experiências, faz diferença, porque ajuda o candidato a responder com mais calma e desenvoltura.

- Pesquisar sobre a empresa antes, suas atividades e valores, ajuda a mostrar ao recrutador que o candidato tem interesse pela vaga.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos