'Quase misto': Liverpool pega Monterrey sem van Dijk; Mané e Firmino começam no banco

Carlos Eduardo Mansur, enviado especial

Era possível prever que, diante da maratona de jogos e da viagem ao Qatar, Jürgen Klopp não mandasse seu time titular, seu onze clássico a campo na semifinal com o Monterrey. Mas entre problemas médicos e jogadores poupados, o alemão terá em campo uma equipe um tanto desfigurada. Mané e Firmino começam a partida no banco e a dupla de zaga será uma grande improvisação.

Na defesa, já era sabido que Matip e Lovren estavam fora do Mundial. Pouco antes do jogo com o Monterrey, chegou a informação de que o holandês Van Dijk, considerado o melhor zagueiro do mundo, também não jogaria. Assim, o meia Henderson foi recuado para a zaga e formará dupla com Joe Gomez, que também costuma jogar de lateral. Alexander-Arnold, um dos destaques do time, também não vai começar jogando: poupado, será substituído na lateral direita por Milner, um meio-campista.

O meio-campo também terminou por se desfigurar. Primeiro, Klopp perdeu Fabinho, que nem viajou ao Qatar. Wijnaldum chegou lesionado e Henderson foi improvisado na zaga. Assim, Chamberlain, Lallana e Keita formarão o setor. No ataque, Firmino e Mané também começam no banco, dando lugar a Shaqiri e Origi. Salah está confirmado, para alegria da multidão egípcia no estádio.

No total, apenas três titulares da final da Champions League, contra o Tottenham, iniciam a partida nesta quarta-feira: Alisson, Robertson e Salah.