Quatro escritoras brasileiras são finalistas do Prêmio Oceanos 2022

Quatro escritoras brasileiras concorrem ao Prêmio Oceanos 2022: as romancistas Micheliny Verunschk e Tatiana Salem Levy, a contista Maria Fernanda Elias Maglio e a poeta Ana Martins Marques. Os dez finalistas ao prêmio, que é dedicado às literaturas lusófonas, foram anunciados na manhã desta terça-feira (8). Os vencedores serão conhecidos em 9 de dezembro.

Muito além da antropologia: Narrativas indígenas inspiram ficção brasileira

Hanna Limulja: 'O pesadelo dos yanomami é o garimpo'

Completam a lista de indicados os escritores portugueses José Gardeazabal, Alexandra Lucas Coelho e Djaimilia Pereira de Almeida (que já levou o prêmio com o romance "Luanda, Lisboa, Paraíso") e os moçambicanos João Paulo Borges Coelho, Pedro Pereira Lopes e Teresa Noronha.

As obras finalistas (um livro de poesia, um de crônicas, um de contos e seis romances) foram publicadas por editoras de Portugal, Moçambique e Brasil durante o ano de 2021. Duas obras, os romances "Vista chinesa", de Tatiana Salem Levy, e "Museu da revolução", de João Paulo Borges Coelho, foram publicados tanto no Brasil como em Portugal.

Reinvenção: Aos 82 anos, Armando Freitas Filho estreia na prosa

Este ano, pela primeira vez, o anúncio dos vencedores ocorrerá em um país africano: Moçambique. No dia 9 de dezembro, às 13h (horário de Brasília), em Maputo, serão anunciados os três ganhadores, que receberão, ao todo, R$ 250 mil (R$ 120 mil para o primeiro colocado, R$ 80 mil e R$ 50 mil para o segundo e o terceiro, respectivamente).

Até lá, os finalistas participarão de conversas em três unidades da Livraria Travessa: em Pinheiros (São Paulo), no Leblon (Rio) e em Lisboa. Também haverá evento em Maputo, em local ainda a ser definido.

O Oceanos é realizado pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo via Lei de Incentivo à Cultura, conta com o patrocínio do Banco Itaú e da Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas da República Portuguesa (DGLAB), com o apoio do Fundo Bibliográfico da Língua Portuguesa, do Itaú Cultural (IC) e do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas de Cabo Verde e com o apoio institucional da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Conheça os finalistas do Prêmio Oceanos 2022:

• "Líbano, labirinto", de Alexandra Lucas Coelho | Editorial Caminho – Crônica portuguesa

• "Maremoto", de Djaimilia Pereira de Almeida | Relógio D'Água – Romance português

• "Museu da Revolução", de João Paulo Borges Coelho | Editorial Caminho e Kapulana – Romance moçambicano

• "O livro do homem líquido", de Pedro Pereira Lopes | Gala-Gala Edições – Conto moçambicano

• "O som do rugido da onça", de Micheliny Verunschk | Companhia das Letras – Romance brasileiro

• "Quarentena – Uma história de amor", de José Gardeazabal | Companhia das Letras Portugal | Romance português

• "Quem tá vivo levanta a mão", de Maria Fernanda Elias Maglio | Patuá – Conto brasileiro

• "Risque esta palavra", de Ana Martins Marques | Companhia das Letras – Poesia brasileira

• "Tornado", de Teresa Noronha | Exclamação – Romance moçambicano

• "Vista chinesa", de Tatiana Salem Levy | Todavia e Elsinore – Romance brasileiro