Quatro jogadores que teriam descumprido regras sanitárias enfrentarão o Brasil, garante seleção argentina

O venezuelano Tomas Rincon (esq.) e o argentino Giovani Lo Celso durante a partida das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022 entre a Venezuela e a Argentina no Estádio Olímpico UCV em Caracas em 2 de setembro de 2021 (AFP/Miguel Gutierrez)

Os quatro jogadores argentinos que atuam por clubes da Inglaterra seguem para a Neo Química Arena, em São Paulo, com o restante da seleção que enfrenta o Brasil neste domingo, disse à AFP um porta-voz da seleção albiceleste.

"Tudo ok. Indo para o estádio normalmente", respondeu a fonte ao ser questionada se os quatro atletas poderão entrar em campo, o que havia sido questionado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Eles são Emiliano Martínez e Emiliano Buendía (Aston Villa), assim como Cristian Romero e Giovani Lo Celso (Tottenham).

Uma regulamentação em vigor no Brasil para evitar a disseminação da covid-19 prevê que pessoas que venham da Grã-Bretanha, África do Sul e Índia ou que tenham estado nesses países nos últimos 14 dias, tenham de cumprir um isolamento preventivo de 14 dias ao entrar no Brasil.

Os quatro jogadores que atuaram na Premier League na semana passada se juntaram ao elenco argentino que na última quinta-feira venceu a Venezuela por 3 a 1 em Caracas, de onde voou para o Brasil, e onde não teriam informado ao entrar sobre sua recente passagem pela Grã-Bretanha.

A Anvisa considerou que o caso representa "grave risco para a saúde" e recomendou às autoridades sanitárias de São Paulo que ordenassem a quarentena imediata dos quatro jogadores e os impedisse de participar "de qualquer atividade e permanência em território brasileiro".

A situação, de alto risco para a seleção argentina, foi contornada e os jogadores poderão disputar o duelo, segundo a AFA.

ls/gfe/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos