Quatro palestinos morrem em série de confrontos na Cisjordânia

Incidente na Cisjordânia ocupada

Por Ali Sawafta

RAMALLAH, Cisjordânia (Reuters) - Forças israelenses mataram quatro palestinos em incidentes separados na Cisjordânia ocupada nesta terça-feira, disseram autoridades palestinas e israelenses, o mais recente episódio de uma série de meses de confrontos mortais entre forças de segurança e palestinos.

Dois irmãos foram mortos perto da cidade de Ramallah e um terceiro homem foi baleado na cabeça na cidade de Beit Ummar, perto de Hebron, em confrontos com as forças israelenses, informou o Ministério da Saúde palestino.

Os militares israelenses confirmaram os dois confrontos e disseram estar cientes dos relatos de dois palestinos mortos perto de Ramallah e que estavam investigando.

Mais tarde nesta terça-feira, os militares de Israel disseram que uma soldado ficou moderadamente ferida em um ataque violento ao redor do assentamento de Kochav Yaakov, perto de Ramallah. O suposto agressor palestino foi baleado pela polícia e posteriormente confirmado como morto por um médico em um hospital de Jerusalém.

Os militares israelenses têm reprimido grupos militantes e manifestantes em toda a Cisjordânia após uma série de ataques de palestinos em Israel neste ano.

Na semana passada, o novo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu nomeou o extremista de direita Itamar Ben-Gvir como ministro da Segurança com poderes sobre o policiamento da Cisjordânia sob um acordo de coalizão que está sendo elaborado para formar um novo governo.