Quatro partidos votaram unidos para manter prisão de Daniel Silveira; veja como votou cada sigla

João Paulo Saconi e Filipe Vidon
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — Na votação em que a Câmara manteve a prisão do deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ), na sexta-feira, quatro partidos votaram com suas bancadas unidas na mesma direção do relatório produzido pela deputada Magda Mofatto (PL-GO), favorável à manutenção da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que colocou o parlamentar sob custódia. Siglas da esquerda — PT (51 votos), PSOL (10), PCdoB (7) e Rede (1) — tiveram resultado unânime entre seus quadros nesse sentido.

O placar finall foi de 364 votos em concordância com o relatório e 130 contra. Com isso, Silveira seguirá preso. Na última terça-feira, ele divulgou um vídeo em que insultava, de forma violenta, ministros do Supremo.

Com 8 votos, o Partido Novo foi a única legenda a votar em conjunto pela revogação da prisão. Os parlamentares obedeceram a orientação da liderança do partido, cuja instrução foi feita diante do plenário, antes da abertura da votação de ontem.

Rachado desde a desfiliação do presidente Jair Bolsonaro, o partido de Silveira não encontrou consenso para a votação. Ainda assim, a maioria da bancada de 52 deputados foi contrária à prisão: 38 votaram contra o relatório.

Confira abaixo como votou cada partido.