Queda de passarela fecha por sete horas marginal Tietê no sentido Castello Branco

SÃO PAULO, SP, 15.11.2019 - ACIDENTE-SP - Após sete horas bloqueada por conta da queda de uma passarela, faixas de rolamento no sentido rodovia Castello Branco da marginal Tietê foi liberada ao trânsito nesta sexta-feira (15). (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) desbloqueou, por volta das 3h desta sexta-feira (15), as pistas central e local da marginal Tietê, sentido Castello Branco, na zona oeste de São Paulo, após a queda de uma passarela.

A via chegou a ficar fechada por cerca de sete horas.​ No dia anterior, por volta das 22h duas faixas da esquerda da pista expressa já haviam sido liberadas.

O local ficou totalmente bloqueado desde as 19h de quinta (14). Parte da estrutura já foi retirada. O acidente ocorreu próximo a uma das alças de acesso à rodovia dos Bandeirantes.

A passarela, de acordo com informações dos bombeiros, era provisória, feita de estrutura metálica e fazia parte de uma obra no local. Dois ônibus e um carro foram atingidos.

Segundo o Corpo de Bombeiros, duas pessoas que tiveram escoriações leves e sem gravidade foram levadas ao Pronto-Socorro Metropolitano da Lapa. Quatro viaturas da corporação e 20 bombeiros foram enviadas ao local.

Na madrugada de 15 de novembro do ano passado, um viaduto na marginal Pinheiros, também no sentido Castello Branco, cedeu, acendendo alerta para as condições das pontes da cidade.

Desde então, a prefeitura ordenou a vistoria emergencial em todas as estruturas do tipo na cidade e afirma ter investido R$ 37,9 milhões na manutenção de pontes e viadutos.

Às 19h40 de quinta, a cidade tinha 20% de suas vias monitoradas congestionadas —acima da média máxima para o horário. A chuva também contribuía para piorar o trânsito.