Chuvas continuam no norte do Peru, já castigado por inundações

Lima, 31 mar (EFE).- As regiões de Piura e Lambayeque, no norte do Peru, continuam sofrendo com as fortes chuvas, que muito provavelmente vão se estender durante o fim de semana, conforme o relatório mais recente divulgado nesta sexta-feira pelo Centro de Operações de Emergência Nacional (COEN).

Em Piura, cidade a mais de 1.000 quilômetros ao norte de Lima e fortemente atingida pelas inundações na segunda-feira passada, as chuvas passaram de "moderadas a extremas" nos distritos de Chulucanas, Salitral e Tambogrande, da mesma forma que no distrito de Olmos, na região vizinha de Lambayeque. Isto fez com que o Rio Piura, que transbordou no início da semana e alagou até a Praça de Armas de Piura, voltasse a aumentar seu nível, assimo como o Rio Chira.

O COEN indicou que as chuvas de leve intensidade continuam durante o dia em Tumbes, Piura e Lambayeque, embora a previsão seja de chuva intensa para as próximas horas, com raios e fortes rajadas de vento. O serviço nacional de meteorologia Senamhi confirmou "se apresentarão chuvas isoladas de intensidades de moderada a forte, acompanhadas de descargas elétricas" no norte do país.

O governo peruano declarou emergência em Piura, onde, até o momento, foram reportadas oito mortes e 25.266 afetados.

O Peru enfrenta desde dezembro uma emergência climática causada pelo fenômeno "El Niño costeiro", que se manifesta quando o aquecimento do Oceano Pacífico gera intensas chuvas e inundações em todo o litoral do país, principalmente no norte e no centro, incluindo Lima.

Em todo o país, o número de falecidos já chegou a 98, enquanto os desabrigados são 133.097, as casas atingidas somam 198.220 e as pessoas afetadas de alguma forma totalizam 895.489. EFE