Queiroga cita Jesus e minimiza gesto obsceno contra manifestantes: “Na natureza humana existem falhas”

·1 minuto de leitura
RIO DE JANEIRO, BRAZIL - AUGUST 3: Brazil's Health Minister Marcelo Queiroga participates in mass vaccination against Covid-19 for residents of the Mare favela Complex, in Rio de Janeiro, Brazil on August 03, 2021. Health Minister Marcelo Queiroga said at a press conference that the portfolio under his command has no
Ministro Marcelo Queiroga testou positivo para covid-19 e passou 15 dias em isolamento nos Estados Unidos (Foto: Fabio Teixeira/Anadolu Agency via Getty Images)
  • Queiroga minimizou gesto obsceno contra manifestantes em Nova York

  • Ministro da Saúde citou Jesus e afirmou que errar faz parte da natureza humana

  • Marcelo Queiroga voltou a trabalhar no Ministério da Saúde após 15 dias de isolamento nos Estados Unidos

De volta ao Brasil, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, comentou os gestos obscenos que fez contra manifestantes em Nova York. Ao ser questionado sobre ter mostrado o dedo do meio para pessoas que protestavam contra o presidente Jair Bolsonaro, Queiroga minimizou o ocorrido.

“Temos trabalhado muito, temos conseguido resultados muito importantes, significativos no controle da pandemia, né? Naturalmente que nós somos humanos, né? E na natureza humana existem falhas. Tem aquela parábola clássica da Bíblia. Jesus disse: ‘Quem não tiver pecado que atire a primeira pedra’”, declarou.

Leia também:

Queiroga voltou ao Ministério da Saúde nesta terça-feira (5) após ficar duas semanas em isolamento nos Estados Unidos. Enquanto acompanhava o presidente para participar da Assembleia Geral da ONU, o ministro testou positivo para a covid-19.

Durante a viagem, Bolsonaro e a comitiva foram alvo de protestos. Quando o grupo saía de um jantar, o ônibus foi cercado por manifestantes contrários ao governo. Como resposta, Queiroga foi até a janela e mostrou o dedo do meio para os opositores.

Após minimizar o ocorrido, o ministro elogiou a atuação do Brasil na pandemia. “Vamos continuar trabalhando pelo Brasil pra ajudar o país a sair dessa crise sanitária. Nós sempre fazemos análise do que fazemos da maneira correta, do que nós podemos melhorar. É sempre avançar”, afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos