Queiroga critica rapidez de estados na vacinação contra covid: “Exibem como se fosse um troféu”

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Brazilian Health Minister Marcelo Queiroga speaks during a press conference, after a meeting of the Covid-19 National Coordination Committee to Combat the Pandemic with Brazilian President Jair Bolsonaro at the Planalto Palace in Brasilia, on April 14, 2021. - In the midst of the biggest crisis caused by the uncontrolled pandemic of the new coronavirus, the Brazilian government is looking for solutions to reduce the number of people infected and killed by the COVID-19. (Photo by EVARISTO SA / AFP) (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Brazilian Health Minister Marcelo Queiroga speaks during a press conference, after a meeting of the Covid-19 National Coordination Committee to Combat the Pandemic with Brazilian President Jair Bolsonaro at the Planalto Palace in Brasilia, on April 14, 2021. - In the midst of the biggest crisis caused by the uncontrolled pandemic of the new coronavirus, the Brazilian government is looking for solutions to reduce the number of people infected and killed by the COVID-19. (Photo by EVARISTO SA / AFP) (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, criticou nesta quinta-feira (16) estados que iniciaram a aplicação da terceira dose antes do prazo dado pelo ministério.

“Exibem como se fosse um troféu”, disse o ministro.

Leia também

Queiroga convocou uma entrevista coletiva para explicar nota técnica divulgada pelo Ministério da Saúde na quarta recomendando que não haja vacinação em adolescentes sem comorbidades. No entanto, as declarações foram confusas.

O ministro da Saúde afirmou que a pasta orientou a suspensão da imunização contra a covid-19 de adolescentes porque os Estados estariam administrando doses de vacinas que não têm autorização para serem dadas à esta faixa etária. O ministro afirmou ainda que está em investigação se a morte de um adolescente tem relação com a imunização contra a covid-19.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos