Queiroga volta ao Brasil após quase duas semanas de isolamento em NY

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, retornou ao Brasil nesta segunda-feira após ficar isolado em Nova Iorque, nos Estados Unidos, desde 21 de setembro. O cardiologista chegou a São Paulo na manhã desta segunda, de onde seguiu para Brasília e desembarcou no início da tarde. Não há agenda oficial para o dia.

Queiroga apresentou teste negativo para Covid-19 no último domingo, quando anunciou o embarque. Na sexta-feira, um novo exame de RT-PCR havia dado positivo, o que impediu o retorno. O teste foi realizado na quinta, 10º dia de sintomas, como é o protocolo nos Estados Unidos. Se tivesse dado negativo, estaria liberado para voltar.

O ministro foi diagnosticado com a doença em 21 de setembro, data em que iria voltar ao Brasil junto à comitiva presidencial após a Assembleia Geral das Nações Unidas. Além dele, outros três membros da comitiva presidencial foram infectados: o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e um diplomata do alto escalão que não teve a identidade revelada.

Durante a viagem, o cardiologista posou sem máscara ao lado do presidente Jair Bolsonaro, do ministro da Secretaria-Geral, Luiz Eduardo Ramos, e de Guimarães, entre outras pessoas. Queiroga diz já estar completamente vacinado contra a Covid-19.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos