Quem é a mulher que morreu atingida por fogos durante virada do ano em praia de SP

Mulher morreu ao ser atingida por rojão - Foto: Reprodução/Redes Sociais
Mulher morreu ao ser atingida por rojão - Foto: Reprodução/Redes Sociais
  • Mulher morreu ao ser atingida por rojão durante celebração da virada do ano em Praia Grande

  • Vítima não resistiu à explosão após o artefato ter ficado preso no peito dela

  • Mulher estava na praia com a família, inclusive os dois filhos

Uma mulher morreu nos primeiros momentos do dia 1º de janeiro após ser atingida por fogos de artifício durante a celebração da virada do ano em Praia Grande, no litoral de São Paulo.

Elisângela Tinem tinha 38 anos e estava com a família na areia quando foi atingida. A vítima vivia na capital paulista e viajou para a cidade litorânea com parentes para o Réveillon.

Quem era a mulher?

Elisângela tinha 38 anos e era mãe de dois filhos. Segundo relatos, as crianças estavam com ela na praia do bairro Nova Mirim quando ocorreu o episódio.

Como foi o ocorrido?

De acordo com informações do g1, um primo da vítima relatou que a família estava na orla quando, durante a queima de fogos, um rojão atingiu Elisângela e ficou preso ao seu corpo.

Os parentes tentaram ajudar a mulher, mas, antes que pudessem retirar, o artefato explodiu. A família explicou que os fogos não pertenciam ao grupo, mas não se sabe como a vítima foi atingida.

Morte no local

Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram chamadas e atenderam a ocorrência, mas constataram a morte da mulher ainda no local.

Namorado ferido

Uma policial militar que atendeu a ocorrência explicou ao g1 que o namorado de Elisângela estava na praia com a família da companheira e ficou ferido ao tentar salvá-la. Não foram divulgadas maiores informações sobre seu estado.

Polícia investiga

O caso foi registrado como homicídio e lesão corporal culposa na Central de Polícia Judiciária de Praia Grande. O caso foi encaminhado ao 1º DP, que tenta localizar o autor do crime.