Conheça o brasileiro considerado um bilionário oculto

·1 minuto de leitura
O empresário não aparece em nenhum ranking de bilionários (Getty Image)
O empresário não aparece em nenhum ranking de bilionários (Getty Image)
  • Reportagem da Bloomberg Markets aponta nomes de supostos bilionários que não são conhecidos

  • Empresário brasileiro do ramo imobiliário é apontado como detentor de uma fortuna de US$ 1,6 bilhão

  • Endinheirados de diferentes países estão na lista apurada pela matéria

Nem todos os bilionários gostam de exibir a fortuna em rankings, festas e viagens espaciais. Alguns são mais discretos e preferem deixar o saldo bancário em sigilo. Pelo menos foi isso que apontou a reportagem realizada pela Bloomberg Markets, que revela nomes de supostos ricaços que não aparecem em listas como a da Forbes.

Leia também:

Um dos 'bilionários ocultos' listados pela publicação é o empresário Rubens Menin, fundador da MRV. A empresa criada pelo brasileiro está prestes a se tornar a maior construtora de casas do mundo. Fundada em 1979, a companhia contabiliza R$ 3,7 bilhões em vendas. De acordo com a Bloomberg, a fortuna de Menin é de pelo menos US$ 1,6 bilhão (mais de R$ 8 bilhões). 

O empresário Rubens Menin em seu escritório (Divulgacão MRV)
O empresário Rubens Menin em seu escritório (Divulgacão MRV)

O mundo secreto dos endinheirados discretos

Outros sete super-ricos foram apontados como bilionários ocultos. Entre eles estão o alemão Guenther Fielmann, com pelo menos de US$ 3,4 bilhões, o peruano Carlos Rodriguez-Pastor, com US$ 3 bilhões e o o canadense Eric Sprott, que acumula US$ 1,3 bilhão.

Figuram também na lista o francês Alain Taravella, da companhia Altarea e o marroquino Anas Sefrioui, que enriqueceu no ramo imobiliário com a Douja Prom Addoha, acumulando, pelo menos, US$ 2,7 bilhões.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos