Quem é o empreendedor expulso do Shark Tank que 'fisgou' gigantes como o Walmart

Siminoff em um painel em 2018, quando já havia alcançado reconhecido após ser rejeitado pelos empresários do Shark Tank (Photo by Kimberly White/Getty Images for TechCrunch)
Siminoff em um painel em 2018, quando já havia alcançado reconhecido após ser rejeitado pelos empresários do Shark Tank (Photo by Kimberly White/Getty Images for TechCrunch)
  • Siminoff saiu do Shark Tank sem receber nenhum investimento;

  • O empresário foi convidado para voltar na 10ª temporada como um dos empresários no painel;

  • A Ring ficou conhecida como maior produto a passar pelo programa.

Em 2013, todos os empresários tubarões do Shark Tank americano se recusaram a investir na ideia de Jamie Siminoff, uma campainha Wi-Fi com vídeo. Mas, como o mundo dá voltas, o empreendedor recusado acabou substituindo um dos apresentadores.

Tudo começou na garagem de sua casa em Los Angeles, onde Siminoff fundou sua empresa aos moldes de gigantes da tecnologia como a Microsoft e a Apple. Com uma inovação tecnológica, a Ring, uma campainha com vídeo que entregava imagens em tempo real dos visitantes para o celular do morador, Siminoff estava decidido que havia criado algo genial.

Para atrair investidores e apresentar seu produto, Siminoff foi ao programa Shark Tank em 2013, onde investidores e empresários famosos por suas astúcias opinam e decidem se querem investir no produto apresentado a eles. Para o azar de Siminoff, nenhum deles se interessou pela Ring, e ele saiu de lá de mãos abanando.

Os empresários, obviamente, não são infalíveis, e isso ficou claro com este episódio. Em 2015 ele foi até a CES (Consumer Eletronics Show), um dos maiores eventos de tecnologia do mundo, onde apresentou seu produto para potenciais compradores, como o Walmart e Target, que viram qualidades no produto e decidiram colocá-lo em suas prateleiras.

Milhões foram vendidos, tornando a Ring um grande sucesso. Um dos truques de Siminoff foi sempre tentar melhorar seu produto, e para isso, colocou seu e-mail em cada caixa, pedindo aos consumidores que entrassem em contato com suas opiniões e sugestões.

Mas a história de Siminoff e da Ring não acaba por aqui. Em 2018 a empresa foi comprada pela Amazon por um valor estimado entre US$ 1,2 bilhão e US$ 1,8 bilhão (na época algo em torno de R$ 4,6 bilhões e R$ 7 bilhões).

Com a venda para a Amazon e seu gigante aporte, a Ring se tornou o produto mais bem sucedido a aparecer no Shark Tank, o que rendeu a Siminoff um convite para se tornar um dos empresários que compõem o painel do programa durante a 10ª temporada.