Quem está vencendo a guerra na Ucrânia: duelo de versões marca os 100 dias do conflito

Enquanto os soldados continuam a se enfrentar no front, autoridades russas e ucranianas têm discursos diferentes para avaliar esses 100 dias de confronto entre os dois países vizinhos. Nesta sexta-feira (3), o Kremlin afirmou ter alcançado "certos" objetivos, depois de "libertar várias localidades", o que permitiu a seus habitantes voltarem a "uma vida de paz". Já o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, declarou em um vídeo no Instagram: "a vitória será nossa".

Após esses 100 dias de ofensiva contra a Ucrânia, o porta-voz da presidência russa, Dmitri Peskov, disse que "este trabalho vai continuar, até que todos os objetivos da operação militar especial sejam alcançados". Ele destacou que "muitas localidades foram libertadas das Forças Armadas pró-nazistas da Ucrânia, assim como de elementos nacionalistas".

Em 24 de fevereiro, a Rússia iniciou uma vasta ofensiva contra a Ucrânia, justificada pela necessidade de proteger o país de um suposto "genocídio" da população de língua russa do Donbass (leste), onde algumas áreas são controladas por separatistas pró-Moscou, desde 2014.

Há anos o Kremlin considera que a política pró-Ocidente de Kiev é uma ameaça para o país e justifica a operação com o objetivo de "desnazificar" o governo ucraniano. O cerco russo a Kiev, no entanto, fracassou. Atualmente, as tropas se concentram no Donbass, onde combates violentos ocorreram nas últimas semanas.

Na quinta-feira (2), Zelensky havia admitido que as tropas russas ocupam, atualmente, "cerca de 20%" do país.

ONU diz que não haverá vencedor


Leia mais

Leia também:
Ucrânia: Russos controlam parte de Severodonetsk, anuncia governador local
100 dias da guerra na Ucrânia: "até quando tropas de Zelensky resistirão?", pergunta imprensa francesa
Rússia reage a anúncio de envio de armas avançadas dos Estados Unidos à Ucrânia

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos