"Quem não se render será eliminado", avisa presidente do Cazaquistão

Kassym-Jomart Tokayev dirigiu-se à nação para anunciar que autorizou as forças de segurança a disparar contra manifestantes. Dezenas de pessoas morreram e mlhares foram detidas, na sequência de protestos, nos últimos dias.

View on euronews

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos