Quem resiste a Baby Yoda? Personagem de série vira meme e deve ser sucesso de vendas no Natal

Nelson Gobbi

RIO — A estreia oficial de "The mandalorian" ("O mandaloriano") no Brasil e na América do Sul está prevista para o primeiro semestre de 2020, pelo serviço de streaming Disney+. Mas o Natal dos fãs brasileiros de Star Wars deve ser recheado de brinquedos e outros produtos licenciados de um personagem da série que tomou conta da internet nos últimos dias, após sua exibição nos Estados Unidos.

Chamado de "A Criança" na trama mas imediatamente apelidado de Baby Yoda, a versão "fofa" do mestre Jedi viralizou após suas primeiras aparições na série, em memes e comentários de fãs, ávidos por qualquer produto relacionado ao personagem.

Na última sexta-feira, a Hasbro, empresa responsável pelos brinquedos licenciados da Disney (que inclui franquias como Star Wars e Marvel), informou que prepara o lançamento de bonecos do novo personagem, que deve acontecer pouco antes do Natal. Antes disso, roupas com o personagem chegarão nas lojas da Disney e em seus parques temáticos, e nas próximas semanas versões em pelúcia devem entrar na pré-venda.

A existência da personagem era mantida em segredo pelo showrunner Jon Favreau (diretor dos filmes da franquia "Homem de Ferro" e intérprete de Happy Hogan, guarda-costas e motorista de Tony Stark), apesar de a Disney já haver identificado o alto potencial comercial de Baby Yoda. Segundo a "Forbes", isto acabou se tornando um problema para a empresa, já que "vazamentos" de personagens geralmente acontecem com o merchandising de varejo, o que explica o fato de não existir produtos oficiais até a aparição do Baby Yoda em "The mandalorian".

Apesar do apelido, o personagem não é uma versão mais jovem de Yoda — na série, A Criança tem "apenas" 50 anos, relativamente pouco em relação aos 900 anos com os quais o personagem original morreu em "O retorno de Jedi" (1983). A trama de "The mandalorian" se passa após os acontecimentos dos longas das duas primeiras trilogias, e antes das narrativas dos últimos três filmes ("Star Wars: A ascensão Skywalker" estreia dia 19 de dezembro). Ainda se sabe pouco sobre o personagem, e as especulações vão de que pode ser um filho de Yoda a um clone do mestre Jedi.

A série é protagonizada pelo madaloriano do título, interpretado pelo chileno Pedro Pascal, um caçador de recompensas da mesma linhagem de Boba Fett, outro dos personagens mais populares da saga original. Nos primeiros episódios, ele entrega A Criança para seu cliente, vivido pelo cineasta Werner Herzog, mas não consegue cortar seu vínculo com sua "mercadoria". A julgar pela reação dos fãs na internet nos últimos dias, não será só o personagem-título que vai querer ter um Baby Yoda por perto.