Quem vai vencer o BBB21?

Redação Notícias e Redação Vida e Estilo
·7 minuto de leitura
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O BBB 21 chega hoje ao seu final depois de nada menos do que 100 dias — afinal, Big dos Bigs! E quem será que leva para casa o prêmio de R$ 1,5 milhão?

Divulgação
Divulgação

O Yahoo Brasil vai acompanhar essa final e você segue tudo aqui com a gente. Antes, te damos motivos para cada um dos três finalistas vencerem, se liga:

Por que Camilla de Lucas merece ganhar o 'BBB 21'?

A blogueira, que fez um jogo mais contido, teve sua trajetória marcada por momentos bem emocionantes. Considerada planta por alguns internautas, a sister soube os momentos certos de aparecer, fugir do paredão e fazer aliados. O que ela fez para merecer o prêmio?

Ouviu todos os lados

A marca de Camilla de Lucas é empatia e capacidade de ouvir o outro. Mesmo quando não estava envolvida nas tretas, a influenciadora fazia questão de saber como tudo começou.

Camilla foi um ombro amigo para quase todos os participantes. Os conselhos sensatos geralmente ficavam entre os assuntos mais comentados. Quando o calo de alguém apertava, as torcidas logo torciam para o favorito ter uma conversa com ela para "colocar a cabeça no lugar". Fada sensata que fala?

Peitou Karol Conká

Camilla foi a única participante que teve coragem de rebater a grande vilã da temporada. Ela disse o que estava engasgado na garganta de muitos brasileiros e colocou Karol Conká no lugar dela rapidinho.

A discussão começou após a cantora dizer que Camilla tomou partido em uma treta que não era dela. A carioca negou que tivesse um lado, até que Karol falou que Camilla queria competição entre duas mulheres negras.

Divulgação
Divulgação

"Não vem levantar militância em questão de afinidade, não, porque eu não sou obrigada a me dar bem com você", disparou Camilla, que continuou: "Você quer jogar uma pessoa contra a outra, só que eu sou Camilla de Lucas, não sou idiota, não. Você pode ser a Karol Conká brava lá fora, mas tem outra brava aqui dentro também".

Levantou bandeiras

Diferentemente de Karol Conká e Lumena, Camilla de Lucas se posicionou e levantou bandeiras na hora certa. A blogueira, por exemplo, saiu em defesa de João após Rodolffo fazer um comentário racista sobre o cabelo dele. A fala da carioca emocionou o Brasil.

"Escuto esses termos, essas comparações, desde 1994, desde quando eu nasci. Então, hoje, eu não aguento mais. Se é cansativo pra vocês ouvirem, pra mim é cansativo viver! Não quero mais. Pesquisem na internet. Estou cansada de ficar ensinando. Estou esgotada. Vou continuar falando porque é necessário, mas estou cansada de ficar ensinando essa merda toda vez", disparou.

Por que Fiuk merece ganhar o 'BBB 21'?

O filho de Fábio Júnior teve um jogo cheio de altos e baixos, mas deu a volta por cima e conquistou parte do público com sua sensibilidade. Amigo de Gil, que foi eliminado neste domingo (2), o ator herdou alguns torcedores do pernambucano. O que ele fez para merecer o prêmio?

Recalculou a rota

Logo no início, Fiuk se identificou com Lumena e Karol Conká. Ele irritou com seu discurso raso sobre desconstrução. Com o passar do tempo, no entanto, o artista conseguiu mudar de lado e reverter o jogo sem que muitos percebessem. Sarah e Gilberto acolheram o rapaz e deram um novo ritmo ao jogo dele. A facilidade para "recalcular a rota" tornou a trajetória dele mais interessante.

Teve um rival

Além de mudar os aliados, o irmão de Cleo teve um grande rival ao longo da temporada. Ele brigou várias vezes com Arthur e já na reta final chegou a ter uma conversa bonita sobre perdão com o instrutor de crossfit.

"A gente estava perdido. Começo de tudo, a gente precisava ter razão [...] Eu também já coloquei a carroça na frente dos bois. Precisava ter opinião sobre alguém, precisava apontar o dedo pra alguém", reconheceu o artista, compreendendo Arthur.

Divulgação
Divulgação

Ombro amigo

Os melhores momentos de Fiuk na casa foram os de acolhimento. Mesmo tendo trocado farpas com Carla Diaz, o ator foi sensível a ponto de perceber que ela precisava de ajuda em uma fase complicada do relacionamento com Arthur.

O mesmo aconteceu depois que Sarah foi eliminada do programa. Fiuk se preocupou com o estado de Gilberto e fechou com o economista. Eles renderam momentos engraçados e até pularam pelados na piscina para comemorar uma volta de paredão.

Transtornos psicológicos

Fiuk trouxe uma discussão importante durante sua trajetória. Ele falou sobre ter sido diagnosticado com TDAH, ansiedade e depressão. Por vários momentos, a aparência do ator, a exclusão e o hábito de fumar, apesar de ter gerado memes, causaram preocupação.

A equipe do brother chegou a se manifestar nas redes sociais. "A maneira que a sociedade sente prazer em brincar com a dor do próximo é devastadora. Os transtornos psicológicos e seus estigmas jamais devem ser motivos de zombaria. No programa, ele está em evidente abstinência de medicações para a depressão e ansiedade. Isso vem afetando muito o estado psíquico dele", diz a nota.

Por que Juliette merece ganhar o 'BBB 21'?

A paraibana, que se tornou um fenômeno nas redes sociais, conquistou o público com sua trajetória de superação. Logo no início, a sister foi muito julgada por ser "tagarela e invasiva" com suas brincadeiras. O que ela fez para merecer o prêmio?

Jogou bonito

Embora muitos digam que Juliette só jogou com o coração, a advogada mostrou muita razão e visão de jogo. De todos que estavam na casa, ela foi quem mais se comunicou com o público de maneira vertical e inteligente.

Os votos de Juliette nunca foram uma surpresa, pois sua estratégia foi muito transparente. As justificativas sempre foram elaboradas e contextualizadas.

Juliette não esqueceu o que aconteceu com ela no início e fez questão de fazer pequenas retrospectivas (em conversas com outros participantes) quando a história parecia ultrapassada. Isso foi uma forma de manter e justificar a torcida que ganhou no início.

Divulgação
Divulgação

Lealdade

Mesmo sabendo que Viih Tube não era sua "amiga de verdade", Juliette nunca virou as costas para a influenciadora. Isso fez com que a jovem ficasse em saia justa ao não "retribuir" a amizade e a proteção no jogo. Com isso, o julgamento ficou nas mãos do público. Como não defender quem só fez o bem enquanto a outra enxergava maldade?

O mesmo aconteceu com o finado G3, formado por Gilberto Sarah e Juliette. A paraibana já se desentendia com os dois há um tempo, mas só votou em Sarah depois que a loira declarou que ela seria sua primeira opção de voto. A advogada foi bem calculista e ficou com a maior parte da torcida do suposto trio.

Envolvimento e posicionamento

Juliette entrou no jogo para se posicionar não importa o assunto. Ela chegou a dizer que o que não era sobre ela se tornaria algo dela. Essa visão foi o que fez a paraibana protagonizar praticamente todos os acontecimentos. Juliette estava em todas, literalmente.

Ela pode não ter ido bem nas provas, mas marcou sua presença em vários jogos da discórdia. No início, Juliette ficava ansiosa e tinha dificuldade para expor o que pensava. Conforme seus rivais foram saindo, a sister foi pegando segurança e arrasando. Essa evolução foi gostosa de acompanhar.

Perseguição e xenofobia

Como em todo 'BBB', a exclusão fez com que o público abraçasse os participantes mais isolados da temporada. Lucas Penteado roubou a cena após ser "chutado" pela maioria. Naquela época, Juliette também encontrou dificuldades para interagir.

Muitos apostavam na eliminação da paraibana logo no início. Houve até combinação para a moça ganhar a imunidade do Big Fone. Dessa forma, Lucas deixaria o jogo na segunda semana e Juliette seria descartada no paredão seguinte. O que eles não imaginavam é que o público não comprou essa armação.

Além do bullying, Juliette também teve seu sotaque zombado em vários momentos (dentro e fora do programa). A xenofobia virou pauta nas redes sociais e fez com que a participante recebesse apoio de muitos nordestinos, incluindo famosos, como Elba Ramalho e Carlinhos Brown.