Quentin Tarantino diz 'marvelização' de Hollywood acabou com as estrelas de cinema

Quentin Tarantino voltou a criticar os filmes de super-heróis. Em participação no podcast "2 Bears, 1 Cave", o diretor concordou com a afirmação recente de Jennifer Aniston de que "não existem mais estrelas de cinema", e apontou a culpada pela situação: "a marvelização do cinema".

'Assustador': Harrison Ford será rejuvenescido digitalmente em 'Indiana Jones 5'

Antonio Fagundes: ‘É muita opinião e pouco conhecimento’

"Parte da marvelização de Hollywood é... você tem todos esses atores que ficaram famosos interpretando esses personagens. Mas eles não são estrelas do cinema. O Capitão América é a estrela. O Thor é a estrela", disse.

Durante a conversa, o diretor fez questão de dizer que não odeia a Marvel, mas lamenta o fato de que estes grandes filmes de herói sejam praticamente o único foco de Hollywood neste momento.

"Meu único problema com esses filmes é que são as únicas coisas que parecem ser feitas. (...) São toda a representação desta era de filmes atuais. Não há muito espaço para mais nada. Esse é meu problema", lamentou.

No início do mês, em turnê para promover seu novo livro, "Cinema speculation", o cineasta falou ao Los Angeles Times que esperava que esta onda de filmes de super-heróis passasse logo. Ele também disse que não aceitaria trabalhar em um filme da Marvel.

"Você precisa ser uma mão de obra para fazer essas coisas. Não sou mão de obra. Não estou procurando por um emprego", afirmou o diretor.