Quentin Tarantino espera que filmes de super-heróis saiam de moda e não pensa em dirigir para a Marvel

Quentin Tarantino não quer saber de filmes de super-heróis como os da Marvel e da DC. Em turnê para promover seu novo livro, "Cinema speculation", o cineasta falou ao Los Angeles Times que não é o tipo de diretor para filmes de heróis.

Selena Gomez: cantora e atriz fala sobre dificuldade para engravidar por causa de remédios

'Jogo da corrupção': série de ficção retrata ascensão e declínio de João Havelange

"Você precisa ser uma mão de obra para fazer essas coisas. Não sou mão de obra. Não estou procurando por um emprego", afirmou o diretor.

No livro, Tarantino afirma que os diretores de hoje em dia mal podem esperar para que a febre dos filmes de heróis passe, do mesmo jeito que os diretores da Hollywood dos anos 1960 celebraram quando o público se desinteressou pelos tradicionais musicais.

Apesar de ser fã de "Star Wars" e ter circulado por um tempo em um projeto para dirigir "Star Trek", o diretor conta que não tem muito interesse pelos chamados Blockbusters.