Quer começar o dia de bom humor? Cientista diz que é preciso acordar 6h44; entenda

Há sempre aquele, ou aqueles, dias durante a semana que não acordamos com o pé direito. O sono não foi suficiente, não deu tempo de tomar café da manhã direito, o banho não foi tão proveitoso, o resultado é certeiro: mau-humor. Porém, uma matemática afirma ter encontrado a fórmula perfeita para o bom-humor. E aqui vai uma dica: não é muito boa para aqueles que não gostam de acordar cedo.

Em alerta: Algoritmo da USP consegue prever surtos de dengue, zika e chikungunya com até três meses de antecedência

Covid-19: casos de síndrome respiratória aguda começam a apresentar tendência de queda, aponta Fiocruz

Segundo a britânica Anne-Marie Imafidon, as pessoas podem começar o dia da melhor maneira possível se seguir seus conselhos. A fórmula foi desenvolvida com base em uma pesquisa com 2.000 adultos no Reino Unido que foram questionados sobre suas rotinas matinais e como se sentiram depois.

O estudo aponta que a melhor hora para despertar é as 6h44 da manhã, mas a pessoa não deve sair da cama até exatamente 7h12, este tempo é para acordar, espreguiçar. Depois, deve ser seguido de 21 minutos de exercício, passando 10 minutos no chuveiro e terminando com longos 18 minutos de café da manhã.

Profilaxia pós-exposição: Antibiótico após o sexo pode reduzir contágio por três ISTs em mais de 60%

A pesquisadora garante que, embora esses horários pareçam ótimos, cada pessoa tem uma rotina de vida diferente, então, eles podem ser ajustados e modificados em relação a cada um no intuito de encontrar a rotina perfeita e personalizada. Entretanto, apenas uma questão não é negociável: é necessário um sono de, pelo menos, oito horas.

“Nem todo mundo tem a mesma rotina, mas uma combinação de diferentes elementos deve ser a chave para sair da cama do lado certo. É interessante ver como diferentes fatores em nossa rotina matinal podem nos preparar para o resto do dia. Especialmente depois que tantos de nós admitem acordar regularmente de mau humor”, diz a matemática.

Anne-Marie se baseou nos resultados de uma pesquisa que descobriu que três em cada dez britânicos acordam de mau humor, enquanto um quarto dos entrevistados não enxerga uma melhora em seu ânimo até as 11h. Quatro em cada dez ainda revelaram que não sabem como mudar o dia se começar mal. E metade culpou o sono interrompido por seu despertar difícil. Outras 30% culparam a falta do café da manhã para sua falta de disposição matinal.

Com base nos dados, a matemática construiu uma fórmula para calcular quanto tempo as pessoas devem passar tomando banho, comendo, se exercitando e fazendo outras atividades com base em quanto tempo elas dormem e ficam na cama.

O total de minutos gastos tomando banho e se exercitando mais o dobro dos minutos gastos comendo compõem a primeira parte da fórmula. Os minutos gastos no café da manhã recebem uma ponderação dupla por causa do quanto os participantes da pesquisa disseram que valorizavam a primeira refeição do dia. Isso é então dividido pela diferença entre oito horas (quantidade de tempo recomendada para dormir) e o tempo real gasto dormindo, multiplicado pelas horas a mais longe das 7h12 que você sai da cama.

Finalmente, os minutos gastos fazendo outras atividades de 'preparação', como ler ou meditar, são adicionados.

O resultado final precisa ser maior que 37. “significa que você está tendo um bom dia”, afirmou Imafidon.

Diferente da matemática, o método não é exato e nem baseado em dados científicos. Funciona mais como um guia de preferência e quanto tempo deve-se gastar em cada um de seus gostos. Quanto mais você gosta de algo pela manhã, mais tempo você deveria ter para fazê-lo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos