Quer investir no mercado da beleza? Executiva da L'Oréal dá dicas

·1 minuto de leitura

O que você vai encontrar nesta entrevista:

  • As dicas de investimento de uma executiva da L'Oréal

  • Tecnologia, digital e sustentabilidade são fatores fundamentais para um bom negócio

  • Patricia disse que, para ela, um fator interessante é 'antecipar tendências'

Patricia Borges, CDMO da L'Oréal, responde a uma pergunta simples, mas que não deixa de ter sua complexidade: onde ela investe o dinheiro que ganha?

A executiva diz que gosta de antecipar tendência, principalmente na área dela, o mercado da beleza. Para Patricia, quem quiser ter um bom retorno financeiro nesse setor precisa estar ligado em três pontos: sustentabilidade (e aí podemos encaixar também a chamada economia verde), tecnologia (e aí a nova revolução digital pós-pandemia é um bom exemplo) e personalização (com os clientes se sentindo cada vez mais "donos"do produto, sendo a customização uma ferramenta importante nesse quesito).

Futuro do mercado da beleza

Nesta série especial, Patricia Borges falou sobre sua visão a respeito do mercado da beleza, os ecos da pandemia que ainda serão sentidos e absorvidos, tanto por mercado quanto por consumidores.

Para Patricia, os próximos passos do segmento serão co-criados com startups. A própria L'Oréal vem fazendo algumas aquisições nesse sentido para reforçar seu papel no ambiente digital, que será cada vez mais estratégico.

Momentos de descanso

A executiva também contou nesta série de entrevista o que faz para relaxar da rotina. Ver filmes infantis com os filhos é seu passatempo favorito, além de passar momentos com a família em Angra. 

Bebida favorita? Patricia falou que é "old school" e disse gostar de caipirinha de saquê.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos