'Querem que um anjo desça do céu para dizer que o remédio dá certo?', diz Damares sobre cloroquina

Foto: FABRICE COFFRINI/AFP via Getty Images

A ministra Damares Alves (Direitos Humanos) defendeu o uso da cloroquina para pacientes com coronavírus, durante visita a um hospital na cidade de Floriano (PI), a mando do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que utiliza a substância para o tratamento da doença.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

“Não tem comprovação científica? Como não tem? São milhares de páginas escritas por cientistas no mundo inteiro que o remédio dá certo, que a combinação de remédios... O que mais querem? Que um anjo desça do céu para dizer que o remédio dá certo?”, disse a ministra. A declaração foi publicada pelo jornal Folha de S.Paulo.

Leia também

Damares disse ter ficado “impactada” e divulgou em suas redes sociais o “milagre do uso da cloroquina” no Piauí. No entanto, o diretor do hospital visitado pela ministra negou que a substância seja “milagrosa” e atribuiu o êxito ao uso combinado de corticoides e anticoagulantes.

“A gente até usa [cloroquina e hidroxicloroquina], em nível de atenção básica, em uma fase precoce aqui no município. Com 48 horas de sintomas, o município usa cloroquina, azitromicina. Porém, isso não tem dado resultados, não se enxergam ainda resultados”, afirmou Justino Moreira, diretor do hospital Regional Tibério Nunes, em entrevista ao portal UOL.