Questão das energias renováveis será desafio para presidência francesa da UE, diz especialista da UNB

·1 min de leitura

Desde 1° de janeiro a França assumiu a presidência rotativa da União Europeia (UE), uma função que durante os próximos seis meses permite ao país liderar as discussões e a comandar a agenda do bloco formado por 27 países. Para analisar os desafios franceses neste período, o RFI Convida conversou com Angélica Saraiva Szucko do Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília.

A França preside o bloco num período de eleições no país, com a escolha do presidente em abril e as legislativas em junho. Macron ainda não é oficialmente candidato, mas não há muitas dúvidas de que tentará a reeleição. Esse calendário político vai interferir na presidência francesa da União Europeia e na condução dos assuntos do bloco, de acordo com Angélica Szucko.

“A presidência francesa será marcada por essas eleições nacionais, tanto no período de campanha, que tem início em março, quanto a própria eleição presidencial. Há uma grande expectativa na União Europeia que ele seja reeleito para dar continuidade às suas propostas para o bloco europeu e o projeto de integração regional”, afirma a especialista.

Segundo ela, os assuntos europeus também vão interferir na campanha presidencial francesa do bloco, na medida em que os candidatos da extrema direita, como Marine Le Pen ( Reunião Nacional) e Éric Zemmour (Reconquista) questionam a presença da França no bloco.

No início de dezembro, Macron elencou as prioridades estabelecidas pela França à frente do bloco europeu, focadas em questões relacionadas à soberania, fortalecimento da economia e na transição ecológica, entre outros temas.


Leia mais

Leia também:
França assume presidência rotativa da União Europeia – entenda como funciona
França assume presidência da União Europeia com muitas ambições, apesar dos limites do cargo
União Europeia pretende classificar gás natural e nuclear como “energias verdes”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos