Questão ambiental 'frustra' sonho de R$ 1 bilhão de esposa de CEO

·2 min de leitura
Preocupações ambientais representaram fim do sonho de Denise Dupré, esposa de um ex-CEO da Domino's Pizza, de US$ 170 milhões para um resort em St. Barts (Nikolas Kokovlis/Getty Images)
Preocupações ambientais representaram fim do sonho de Denise Dupré, esposa de um ex-CEO da Domino's Pizza, de US$ 170 milhões para um resort em St. Barts (Nikolas Kokovlis/Getty Images)
  • Grupo ambientalista alertou sobre questão polêmica

  • Resort custaria cerca de R$ 960 milhões

  • Para seguir com projeto, Dupré precisaria recomeçar do zero

A esposa de um ex-CEO da Domino's Pizza foi condenada a interromper a construção de um enorme hotel em St. Barts, depois que um grupo ambientalista local levantou a polêmica sobre o projeto. De acordo com o portal The New York Post, Denise Dupré - cujo marido é o bilionário magnata do patrimônio privado Mark Nunnelly, que chefiou a Domino's por seis anos a partir de 1998 - pretendia gastar cerca de R$ 960 milhões (US$ 170 mi) para substituir um hotel agora destruído na exclusiva baía de Saint Jean do luxuoso resort da ilha.

Leia também:

Questões ambientais

Os planos para sua empresa, SAS Saint Jean Beach Real Estate, incluíam a construção de uma garagem subterrânea de cimento do tamanho de um campo de futebol sob a praia de St. Jean para o novo Hotel Etoile. A questão é que, para os críticos, esse projeto danificaria irreversivelmente a baía. Tanto é que, em 23 de dezembro deste ano, o Tribunal Administrativo de St. Barthelemy cancelou a licença de construção do projeto - originalmente concedida em dezembro de 2019, e modificada em junho -, sem comentários adicionais, como mostram documentos judiciais adquiridos pelo The Post.

"Mensagem clara"

“Aplaudimos a decisão do tribunal de revogar a licença de construção do Hotel Etoile. Esperamos que isso transmita uma mensagem clara a todos os que buscam construir propriedades em nossa ilha de que o meio ambiente deve vir em primeiro lugar para o bem de todos os que residem aqui”, disse a presidente da St. Barth Essentiel, Hélène Bernier, em uma declaração ao portal norte-americano. Agora, para dar continuidade aos seus planos de construir o luxuoso hotel, Dupré precisaria começar todo o processo do zero.

De acordo com o The Post, porém, o SAS Saint-Jean de Dupré não retornou ligações por meio do Paul McCoy Family Office - que está listado como seu proprietário nos papéis legais do SAS. St. Barth Essentiel, um grupo ambiental sem fins lucrativos apoiado por alguns dos maiores proprietários de casas na ilha, disse nas últimas semanas que os especialistas acreditavam que havia um risco de desaparecimento da praia de St.-Jean se a construção continuasse, de acordo com documentos judiciais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos