Réplica da cela de Navalny é exposta em Berlim

Apoiadores do opositor russo Alexei Navalny expuseram, nesta terça-feira (24), uma réplica de sua cela em frente à embaixada da Rússia em Berlim.

Os visitantes podem entrar na cópia da cela, de 3x2 m, semelhante ao local onde o opositor se encontra detido em uma prisão russa.

"Fiquei surpresa por terem fechado a porta e me senti um pouco incomodada", descreveu Anya Nikolaeva, de 26 anos, após visitar a réplica, localizada na famosa avenida Unter den Linden, perto do Portão de Brandemburgo.

Assim como os demais presentes, Anya participou da ação para expressar apoio a Navalny, de 46 anos, que está preso nos arredores da cidade de Vladimir, cerca de 230 km a leste de Moscou, onde cumpre pena por desvio de dinheiro. O opositor denunciou os processos abertos contra ele como uma tentativa do governo de Vladimir Putin de silenciá-lo.

Oleg, irmão de Navalny, foi um dos que projetaram a cópia da célula. Ele participou hoje da concentração em frente à embaixada, após cumprir uma pena de três anos e meio na Rússia.

A luz entra por uma pequena janela da cela e ilumina vagamente uma pequena pia, uma latrina e uma cama, que permanece dobrada durante o dia.

"Estou impressionada com a sua força, principalmente sua força mental", comentou Natalia Busch, 45. "As pessoas ficam muito incomodadas e impressionadas com as condições em que Navalny se encontra, declarou o voluntário Eugene Nasyrov, 42, responsável pela cela.

A instalação ficará aberta 24 horas por dia até 23 de fevereiro, véspera do aniversário da invasão russa à Ucrânia.

sea-mat/thm/jvb/mb/lb/mvv