Réplica de pistola é encontrada durante inspeção em estação do BRT em Campo Grande

Gilberto Porcidonio
·1 minuto de leitura
Divulgação/Seop/Prefeitura do Rio

RIO - Durante uma inspeção a diversas estações do BRT pela cidade, equipes da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) encontraram uma réplica de pistola tipo Glock na Estação Gramado, em Campo Grande, Zona Oeste do Rio, no último dia 4. De acordo com o relatório final da intervenção realizada no sistema em 2019, assinada pelo interventor Luiz Salomão, a estação, que se encontra inativa, é uma das que não deveriam ter sido construídas.

Em 2018, a Prefeitura havia afirmado que cinco estações do BRT na Zona Oeste, entre Cesarão 1 e Campo Grande, tinham sido dominadas pelo tráfico, tendo virado "quiosques do tráfico de drogas". Naquele momento, as estações não foram reabertas e seguiram com as atividades suspensas até que a Segurança do Estado retomasse o controle das cinco estações. Na época, o secretário da Casa Civil da prefeitura do Rio, Paulo Messina, havia relatado que os veículos do BRT estariam rodando na região da Avenida Cesário de Melo sob ordem do tráfico, sendo obrigados a parar na estação sob ameaça dos traficantes.

Desde o dia 2 de janeiro, a força-tarefa de diversos órgãos municipais e com o apoio da Polícia Militar prossegue pelos corredores Transcarioca e Transoeste.Já foram realizadas 12 grandes operações dentro e no entorno das plataformas do modal que resultaram, até o momento, em 346 multas de trânsito, 94 fiscalizações a estabelecimentos e ambulantes, 29 abordagens a pessoas em situação de rua, e retirada de nove toneladas de resíduos sólidos. Em Madureira, um quiosque não autorizado chegou a ser retirado do interior da Estação de Madureira no último sábado.