Réplica do Titanic é construída nos confins da China

·3 minuto de leitura

No interior da China, uma réplica em tamanho real do Titanic começa a tomar forma no meio dos campos, antes de receber os turistas em um parque temático dedicado ao mítico transatlântico.

Em Suining (sudoeste), quatro guindastes elevam-se ao redor de um enorme armazém seco, próximo a um rio. Um enxame de operários trabalha no casco do navio gigante.

O resultado da obra será uma réplica gigantesca do Titanic, o navio que naufragou há mais de um século no Oceano Atlântico, causando a morte de mais de 1.500 passageiros e tripulantes.

"É um projeto muito complicado", afirma à AFP Su Shaojun, criador da iniciativa. "Estamos construindo um grande navio como um porta-aviões" em terra, explica em seu escritório, diante de uma réplica do transatlântico.

Em Suining, o mar mais próximo fica a mais de 1.000 quilômetros de distância. Mas o empresário está convencido de que os turistas virão visitar seu "Titanicland", seu parque temático dedicado ao navio.

O custo do projeto é de 10 bilhões de yuans (1,45 bilhão de dólares) e a inauguração está prevista para o final do ano.

O Titanic foi em sua época o maior navio de passageiros já construído.

Este mastodonte, considerado inafundável, sofreu o que é considerado o maior desastre da história marítima.

Como o original, a réplica de Su tem 260 metros de comprimento. Demorou seis anos para construí-la - o dobro do tempo do Titanic real -, cem trabalhadores e 23.000 toneladas de aço.

Tudo, desde a sala de jantar às cabines luxuosas e aos puxadores das portas, é inspirado no original.

Para maior realismo, uma verdadeira máquina a vapor dará aos visitantes a impressão de estar realmente no mar.

- DiCaprio na inauguração? -

"Especialistas e historiadores corroboraram os planos de construção", diz Su.

O preço de uma noite de "cruzeiro" nesta réplica será de 2.000 yuans (310 dólares).

Antes de "embarcar", os turistas percorrerão o parque em micro-ônibus, ao som de "My heart will go on" de Céline Dion, que embalou o filme "Titanic" com Leonardo DiCaprio e Kate Winslet.

Como em todo o mundo, o filme fez um enorme sucesso na China, quando foi lançado em 1997.

E o transatlântico voltou às primeiras páginas na China após o lançamento de um documentário inédito que revelou a história de seis sobreviventes chineses do naufrágio.

Apesar do interesse chinês pelo Titanic, alguns questionam a viabilidade da réplica.

Há alguns anos, uma cópia de US$ 15 milhões de um porta-aviões dos EUA foi abandonada logo após sua inauguração.

O empresário Su está, no entanto, otimista e espera receber entre dois e cinco milhões de turistas por ano.

"Para a cerimônia de abertura, gostaríamos de convidar Jack (Leonardo DiCaprio), Rose (Kate Winslet)", os dois personagens principais do filme, "e James Cameron", seu diretor, diz Su.

O Titanic, que partiu de Southampton (sul do Reino Unido) em 10 de abril de 1912 com destino a Nova York, afundou após bater em um iceberg na costa do Canadá.

Os restos do navio, descobertos em 1985, encontram-se a uma profundidade de 4.000 metros.

qy/rox/sbr/bar/am/me/es/mr

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos